Visitantes online: 2663
logo topo

quinta-feira, 25 de maio de 2017

25/05/2017

16:25

Tucanos articulam para tomar o poder, mas enfrentam rebelião interna

Fernando Henrique Cardoso com o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) e o economista Armínio Fraga
Fernando Henrique Cardoso com o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) e o economista Armínio Fraga

Tendo à frente o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o PSDB quer assumir a Presidência da República, que não conseguiu através das urnas com Aécio Neves. FHC diz que conversa sobre a governabilidade, mas estão claras as articulações para, uma vez Temer deixando o cargo, eleger por via indireta o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). E para obter apoio do empresariado e do sistema financeiro os tucanos indicam que o ministro da Fazendo será o economista-banqueiro Armínio Fraga, que foi presidente do Banco Central no governo FHC. Armínio é um nome que soa como música para os ouvidos dos bancos nacionais e estrangeiros. É brasileiro, com cidadania norte-americana, já trabalhou para o megainvestidor George Soros e para o banco JP Morgan. Seria a volta da política neoliberal, com sérios prejuízos para a área social.

Mas enquanto os caciques se movimentam para o pós-Temer e não querem que o partido abandone Temer agora, a nova geração de políticos tucanos e a juventude do PSDB estão se rebelando e cobrando o desembarque imediato do governo. A direção do PSDB não quer sair agora para não melindrar o PMDB, de olho nos votos numa eventual eleição indireta. Os tucanos estão em cima do muro, mas prontos para mergulhar de cabeça num governo-tampão eleito pelo Congresso.

25/05/2017

15:17

Mais uma trapalhada de Temer

Michel Temer não apenas perdeu todas as condições morais para continuar na Presidência da República, como demonstra, no desespero para se manter no cargo, por conta do foro privilegiado, ter perdido o bom senso. Tentou jogar no colo de Rodrigo Maia o pedido de convocação das Forças Armadas, mas foi desmascarado. Colocar as Forças Armadas nas ruas de Brasília durante uma semana foi visto por oficiais como uma excrescência, totalmente desnecessária, acho que ele quis dar uma demonstração de força, mas o tiro saiu pela culatra. Sofreu críticas de todos os lados e acabou revogando o decreto hoje pela manhã. É um fim melancólico, a cada hora perde mais aliados dos que ainda lhe restam. Até quando vai continuar resistindo ao ato final inevitável?



25/05/2017

13:21

O caso da Operação Cheque Cidadão - Capítulo 2

A aliança do mal

Ontem mostrei que o delegado federal Paulo Cassiano, o juiz Ralph Manhães, o promotor Leandro Manhães agiram para tomar a Santa Casa de Misericórdia, uma instituição que pertence ao povo de Campos, e colocar à frente do hospital o pai do delegado.

UNIDOS no mesmo propósito e agindo como uma organização política , a eles se juntaram os grupos de mídia TERCEIRA VIA, cujo proprietário é dono de um hospital privado, de um plano de saúde e é o maior devedor de impostos da cidade, Cidinho Neves. Também o grupo FOLHA DA MANHÃ que além de jornal e rádios detêm participação na Globo local.

Politicamente alinhados com Cabral e Pezão, que roubaram e faliram o estado, eles também ganharam o apoio dos braço legislativo e judiciário do grupo.

UNIDOS eles tinham dois objetivos: fazer negócios com a Prefeitura de Campos, direta ou indiretamente e me liquidar politicamente. Para isso era preciso afastar do comando da cidade de Campos qualquer pessoa vinculada ao grupo político do GAROTINHO.

Como perderam as duas eleições anteriores para Rosinha, precisavam ganhar de qualquer jeito, para manter o controle sobre vários negócios na cidade, usando em muitos casos, um inspetor de polícia civil chamado Rogério Pontes, que mesmo sendo um simples funcionário estadual,tem imposto de renda declarado de mais de R$ 6 milhões de reais.

É nesse clima de cobiça pelo poder e a possibilidade de muito dinheiro que se associaram ao candidato Rafael Diniz, ajudaram a elegê-lo, participaram ilegalmente de sua campanha, mesmo que para isso tivessem que passar por cima das leis, cometer arbitrariedades, condenar pessoas inocentes e até mesmo cometer ou acobertar ilegalidades.

O policial-empresário e lobista Rogério Pontes, o delegado federal Paulo Cassiano, o promotor Leandro Manhaēs,o juiz Ralph Manhães juntaram-se de forma escandalosa a mídia local e ao então candidato Rafael Diniz, para mentir à população e tomar o poder no município de Campos de forma ilegal.

É a partir desse contexto que nasce a OPERAÇÃO CHEQUINHO, como mostrarei nos próximos capítulos.

Mas com GAROTINHO solto e denunciando a armação isso seria possível?

Não!

Era preciso prendê-lo ou proibi-lo de falar.

E foi o que tentaram fazer.

Ė o que vou mostrar no próximo capítulo, passo a passo, para desmascarar a farsa midiática, jurídica e eleitoral chamada operação CHEQUINHO.

Vocês saberão quem eles já indicaram no governo municipal para controlar e manipular grandes orçamentos,
quem os garante para tomar atitudes tão absurdas e fora da lei e principalmente como tornaram um jornal local o diário oficial de Justiça do estado.

Na semana do dia das mães, por exemplo, solicitei autorização para ir a Campos ver minha mãezinha de idade avançada.

Antes que eu ou o advogado soubéssemos de qualquer decisão já estava publicada a resposta na FOLHA MANHÃ.

Em outra oportunidade o juiz se valeu de uma simples nota, que nem citava a origem da informação, que mesmo que fosse verdadeira não seria ilegal, publicada no mesmo jornal, para decretar mandado de recolhimento de câmeras do apartamento alugado onde resido no Rio de Janeiro e na empresa Palavra de Paz.

Várias de suas decisões são informadas primeiro ao jornal e depois à parte interessada.

Abuso atrás de abuso.

Ilegalidades uma após outra.

A justiça utilizada como partido político e outros fins inaceitáveis.

É o que está ocorrendo em Campos e continuaremos mostrando aqui.

Desde já sabendo que o juiz já tem uma sentença pronta para me condenar e que a maior vitima nesse esquema é a verdade.

25/05/2017

11:55

Encontro Marcado com Garotinho (Quinta - 25/05)

25/05/2017

10:32

Igreja Católica também adere ao "Fora Temer"

Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

O Secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo Ulrich Steiner comentou a situação de Temer: "Por aquilo que ele mesmo (Temer) tem falado nas entrevistas, não vejo condições éticas de ele continuar. Não se trata apenas do áudio, trata-se de uma questão ética. Se alguém vem e diz que está subornando juiz e o Ministério Público, não é possível que quem está à frente do Estado não se mexa, não denuncie. Isso é gravíssimo."

E hoje a OAB vai protocolar mais um pedido de impeachment de Temer. Não há mais condições de permanência no cargo. Pede pra sair, Temer!


25/05/2017

09:01

Fala Garotinho - 25 de maio de 2017

25/05/2017

07:53

Que país é este?

Reprodução da Folha de S.Paulo
Reprodução da Folha de S.Paulo

Chega a ser chocante acordar pela manhã e se deparar com uma manchete dessas, da Folha de S.Paulo. Eu sei que o jornal paulistano está defendendo Temer, que a manchete tem um objetivo implícito de dizer às pessoas "é isso que vocês querem?", e com isso diminuir a pressão contra o governo, mas é preciso registrar duas questões. Primeiro é perda de tempo tentar mudar o humor da opinião pública a esta altura, não há a menor chance de Temer se salvar. E a segunda é que de fato esse trio, FHC, Lula e Sarney, vêm fazendo reuniões com lideranças políticas com o objetivo de articularem o pós-Temer. O Brasil não merece isso!

24/05/2017

18:52

Brasília em chamas; aliados cobram renúncia de Temer

Informações recebidas agora há pouco de parlamentares em Brasília dão conta que Michel Temer jogará a toalha a qualquer instante. Há conversas em busca de uma solução negociada e aliados estariam lhe dando um prazo até domingo.

A situação é insustentável, há o risco do descontrole da ordem institucional, que pode levar ao caos, levando a economia para um buraco ainda mais fundo. Cada vez mais aliados se convencem que a permanência de Temer arrastará o país para uma crise cada vez mais grave, de consequências imprevisíveis.

24/05/2017

18:23

Rodrigo Maia desmente Palácio do Planalto sobre convocação das Forças Armadas

O ministro da Defesa, Raul Jugmann comunicou à imprensa no Palácio do Planalto que o presidente Michel Temer, atendendo a pedido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia autorizou o uso das Forças Armadas por uma semana na segurança da Esplanada dos Ministérios.

Ao assumir os trabalhos no plenário da Câmara, Rodrigo Mais foi cobrado por vários parlamentares e desmentiu o Palácio do Planalto, inclusive divulgando o ofício enviado a Temer. De fato, como podem ver no documento, Rodrigo Maia solicitou apenas o uso da Força Nacional de Segurança no dia de hoje para proteger "os edifícios do Parlamento".

Foi decisão pessoal de Michel Temer em vez de usar a Força Nacional de Segurança convocar as Forças Armadas por uma semana. O ministro do STF, Marco Aurélio Mello estranhou o uso das Forças Armadas por uma semana: "Eu espero que a notícia não seja verdadeira. O chefe do Poder Executivo teria editado um decreto autorizando o uso das Forças Armadas no Distrito Federal no período de 24 a 31 de maio"

O clima em Brasília é tenso e a situação gravíssima.


24/05/2017

17:24

BRASIL URGENTE: Temer convoca Forças Armadas para ocupar Brasília

Em edição extraordinária o Diário Oficial da União acaba de publicar o decreto do presidente da República convocando as Forças Armadas para tentar controlar a situação que, no momento, é crítica na capital do país.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, 35 mil manifestantes estão ocupando a Esplanada dos Ministérios. Dois ministérios já foram incendiados. Outros prédios públicos estão sendo depredados. A situação é gravíssima.

24/05/2017

16:58

Vergonha! A lista dos deputados que traíram os servidores estaduais

Esses são os 39 deputados estaduais que aprovaram o aumento da contribuição previdenciária traindo os servidores. Do lado de fora da ALERJ um grupo de black blocs tumultuou o protesto pacífico dos servidores. Aliás, a serviço de quem estão esses mascarados? Sim, porque eles estão ajudando Pezão provocando o esvaziamento de todas as manifestações no Rio de Janeiro.

24/05/2017

16:36

Veja quem traiu os trabalhadores na votação para diminuir o salário dos servidores estaduais

Guardem esses nomes. Ano que vem, ou quem sabe ainda esse ano, se a crise no Brasil evoluir, eles poderão bater à sua porta para pedir o seu voto. Esses deputados votaram para aumentar o desconto dos servidores que nem salário recebem em datas certas, transformando-se assim em capachos de um governo corrupto, incompetente, que destruiu o nosso Estado.

A votação para aumentar de 11 para 14 a contribuição dos servidores para o Fundo de Previdência, contou até com a presença do deputado Jorge Picciani, fiel escudeiro de Cabral e Pezão. Mesmo passando por um momento delicado de saúde, ele veio num esforço para presidir a sessão e dar o seu voto para humilhar ainda mais o funcionalismo estadual.

O resultado da votação de 39 votos a favor e 26 contra mostra que a Assembléia do Rio é mais do que um puxadinho do Palácio Guanabara.

Veja quem votou contra os trabalhadores:

Ana Paula Rechuan
André Ceciliano
André Corrêa
Átila Nunes
Aramis Brito
Benedito Alves
Carlos Macedo
Carlos Osório
Chiquinho da Mangueira
Cidinha Campos
Coronel Jairo
Daniele Guerreiro
Dica
Dionisio Lins
Dr. Deodalto
Dr. Gotardo
Edson Albertassi
Fatinha
Fábio Silva
Geraldo Moreira
Geraldo Pudim
Gil Vianna
Gustavo Tutuca
Iranildo Campos
Jorge Picciani
João Peixoto
Luiz Martins
Marcos Abrahão
Marco Figueiredo
Marcus Vinícius
Mílton Rangel
Nivaldo Mulin
Paulo Melo
Rafael Picciani
Renato Cozzolino
Rosenverg Reis
Tia Ju
Zito
Zé Luiz Anchite


Esses deputados estaduais não respeitam os aposentados e pensionistas e seus familiares. Não respeitam nenhum funcionário estadual.

24/05/2017

16:00

Deputados estaduais aprovaram demissão de servidores de carreira em projeto de calamidade financeira

Ainda hoje a ALERJ deverá votar o projeto de Pezão para aumentar a contribuição previdenciária dos servidores estaduais de 11% para 14%, mesmo sem a Lei de Recuperação Fiscal, aprovada no Congresso, exigir essa contrapartida. Ontem o projeto que estende a calamidade financeira até 2018 foi aprovado por 37 votos a 26, apenas um a mais do que necessário para aprovar hoje o aumento da contribuição previdenciária, projeto muito mais polêmcio. Por isso alguns deputados da oposição estão otimistas achando possível que o aumento da contribuição seja derrubado. Vamos esperar para ver.

Mas esse placar aí de cima é o resultado da votação do destaque (emenda) que proibiria Pezão de demitir servidores de carreira por conta da calamidade financeira. Reparem que 24 deputados estaduais votaram não à emenda (em letras vermelhas), traíram os servidores para dar a Pezão o direito de demitir servidores de carreira.

E depois vou publicar a lista de quem votar a favor do aumento da contribuição previdenciária, se posicionando contra os servidores.

24/05/2017

13:36

Por que censuraram Garotinho - Capítulo 1

Para entender o que está acontecendo em Campos, vamos publicar, a partir de hoje, uma série de informações importantes que, se colocadas todas de uma vez, dificultariam o entendimento por pessoas que não são da cidade, já que o maior interesse desse caso é a tentativa de me tornar inelegível e a desmoralização do meu grupo político em todo estado.

Portanto, para a melhor compreensão de todas as pessoas, de todos os fatos ocorridos até agora, incluindo depoimentos arrancados sob tortura, mentiras, pessoas que foram transformadas de acusadas em testemunhas de acusação, e uma imensa quantidade de irregularidades praticadas por juízes, promotores e delegados federais, peço que as informações passadas diariamente sejam postados nos perfis do Facebook e divulgadas como faremos a partir de hoje, por capítulos.

É importante que todos saibam que o delegado da Polícia Federal, o juiz e o promotor são os mesmos que a prefeita Rosinha enfrentou quando da suspensão do atendimento aos pacientes do SUS pela Santa Casa de Misericórdia de Campos.

O caso se deu da seguinte maneira:

O mesmo promotor Leandro Manhães do caso CHEQUE CIDADÃO pediu a intervenção no hospital.

O mesmo juiz Ralph Manhães decretou a intervenção e escolheu como interventor o pai do mesmo delegado para comandar a Santa Casa.

O pai se chama Paulo Cassiano.

Tentaram arrancar dinheiro com medidas judiciais ilegais dos cofres municipais e foram impedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado.

Fato de hoje:

O juiz, o delegado e o promotor são os mesmos do esquema Santa Casa, onde quem comanda é o pai do delegado, nomeado pelo juiz a pedido do promotor como interventor.

Entenderam por que era preciso me censurar?

Amanhã tem mais.

24/05/2017

12:00

Encontro Marcado - 24 de maio de 2017

24/05/2017

11:34

Aécio Neves é um cara de pau

Aécio Neves deixando o plenário do Senado, na semana passada, após ser divulgada notícia da gravação de Joesley Batista
Aécio Neves deixando o plenário do Senado, na semana passada, após ser divulgada notícia da gravação de Joesley Batista

Será que Aécio Neves espera a compaixão do povo? Quem sabe uma "vaquinha" ou "rachucho" dos mineiros para lhe doarem algum dinheiro? Diz que não fez dinheiro na política, que está duro, segundo ele pensando até em vender o apartamento onde a mãe mora há 30 anos para pagar os advogados. E as contas no exterior, Aécio? Vale a pena assistirem o vídeo que o senador postou ontem no Facebook (tem 4 minutos) que não passa de um deboche com a nossa inteligência.



PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 ProximoUltimo