Visitantes online : 913 sexta-feira, 18 de abril de 2014
Há 603 dias
17/04/2014 18:17
Reprodução do Radar online, da Veja
Reprodução do Radar online, da Veja


Já começa a falta dinheiro para obras básicas. Prestadores de serviço recebendo com atraso, até empreiteiras se queixando da demora para pagar. Imaginem como será deprimente o final do governo Pezão. Vão torrar tudo. Só espero que não sobre para os servidores.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [0] | |


17/04/2014 16:05
Fotos de Fábio Marconi
Fotos de Fábio Marconi


Fomos recebidos no nosso primeiro compromisso de hoje em Rio Bonito pelo Mateus Neto, pré-candidato a deputado estadual pelo PR. Me reuni com empresários do município na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Rio Bonito. Eles sofrem com a redução de ICMS para 2% em Saquarema, que causa prejuízos para a região de Rio Bonito. Eles pleiteiam uma legislação mais justa, sem essa guerra fiscal entre os municípios.

Criamos, na época do nosso governo, a Lei Rosinha para o Norte e Noroeste do estado. A ação tinha o objetivo de incentivar as empresas de cidades com fronteiras com o Espírito Santo -- que estavam sendo atraídas por incentivos fiscais do estado vizinho -- a permanecerem no Rio, pagando um ICMS reduzido em 2%. Cabral acabou com a justificativa técnica da Lei Rosinha, com o efeito fronteira, e aí virou bagunça. Saquarema, por exemplo, tem fronteira com mar e foi beneficiada pelo ex-governador do PMDB. A Baixada é perto da Região Metropolitana do Rio. Por que você dá a Queimados e não dá a Belford Roxo o incentivo fiscal? O benefício, que era automático, virou uma ação política. Atualmente, uma empresa se instala no Rio e tem que pedir à Secretaria Estadual de Fazenda para receber o benefício fiscal, e ela, secretaria, decide se dá ou não.

Está lei será toda revista, se eu for eleito. Não posso dizer o que vou fazer, mas sei exatamente ponto por ponto o que vou fazer. O que posso adiantar é que será bom para vocês de Rio Bonito.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [0] | |


17/04/2014 14:22
Reprodução de O Dia online
Reprodução de O Dia online


Assim fica fácil Lindbergh. Numa manobra política em um dia de pouca gente na Câmara de Vereadores de Nova Iguaçu, só com a presença de 11 dos 21 vereadores, Lindbergh conseguiu aprovar suas contas de prefeito relativas a 2009. Acontece que era preciso quorum de 14 vereadores. Logo a aprovação das contas de Lindbergh foi ao arrepio da lei. Agora um comissão de vereadores vai analisar as contas. E só pelo que tenho conhecimento, Lindbergh terá muita dor de cabeça e dificuldades para explicar várias maracutaias que fez em Nova Iguaçu.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [3] | |


17/04/2014 11:39
Reproduções do Globo online
Reproduções do Globo online


A violência está descontrolada no Rio de Janeiro, incluindo o interior do estado. Assaltos e homicídios se multiplicam e Beltrame desapareceu. Segundo um leitor do blog, Beltrame estava ontem a caminho dos Estados Unidos num vôo da United Airlines que saiu do Rio. Deve ter ido passear enquanto a violência toma conta das ruas.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [6] | |


17/04/2014 11:01
Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247


É impressionante a falta de interesse da Polícia Civil na investigação do assassinato do jornalista Pedro Palma, dono do jornal Panorama Regional, de Miguel Pereira. Ele foi executado em Miguel Pereira, na porta de casa, por dois homens em uma motocicleta. Pedro, meu amigo de muito tempo, vinha denunciando a corrupção na prefeitura petista da sua cidade. A Divisão de Homicídios não demonstra interesse na apuração desse crime com todas as características de ter sido encomendado, que ocorreu há dois meses. A família de Pedro Palma quer justiça. Esse assassinato covarde de um pai de família que mostrava a verdade no seu jornal não pode ficar impune.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [3] | |


17/04/2014 09:40
Manchete principal da capa do jornal O Dia
Manchete principal da capa do jornal O Dia


Essa notícia chega a ser ridícula vindo do governador Pezão. Isso é promessa de candidato. Só que ele, embora vá se candidatar, é hoje o governador do Rio. O que a população quer saber é o que ele vai fazer com as UPPs até o fim do ano, se vai reformular ou instalar novas unidades. Isso Pezão não diz, porque não tem a menor idéia do que vai fazer, está perdido. Prefere ficar fazendo promessas vazias de instalar uma UPP em cada favela com tráfico até 2020. E é bom lembrar que o mandato do próximo governador termina em 2018. É muito blablablá.




 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [6] | |


17/04/2014 09:28
Reprodução do Extra online
Reprodução do Extra online


A presidente Dilma tem 15 dias para vetar ou não essa anistia sem vergonha das multas dos planos de saúde, invenção do deputado Eduardo Cunha (PMDB - RJ). Se Dilma não vetar, os planos de saúde vão ganhar um presentaço de R$ 2 bilhões com essa anistia. Dilma certamente não vai querer se indispor com os milhões de usuários de planos de saúde, que em grande parte estão insatisfeitos com o atendimento que recebem de planos de saúde.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [3] | |


17/04/2014 08:41
No alto Rodrigo Neves com Pezão; abaixo manchete de O Dia online
No alto Rodrigo Neves com Pezão; abaixo manchete de O Dia online


A escalada da violência em Niterói transformou a vida da cidade. A população de Niterói que na minha época e na de Rosinha se orgulhava de ter mais paz que os moradores do Rio, hoje vive aterrorizada com o aumento de assaltos e homicídios e com a explosão do tráfico.

A situação é tão grave que o prefeito Rodrigo Neves (PT), que traiu Lindbergh para apoiar Pezão não aguentou mais e foi pedir socorro ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo para que a Força Nacional de Segurança atue em Niterói.

Aliás, grande aliado esse que Pezão arrumou! Rodrigo Neves está com Pezão, mas na hora do sufoco não confia no governador para ajudar Niterói. Com esse pedido de socorro Rodrigo Neves é mais um que assina embaixo, que a segurança pública no Estado do Rio de Janeiro está descontrolada. E claro, não confia no governador Pezão, que deve ter "adorado" a iniciativa do seu aliado petista.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [5] | |


16/04/2014 17:46
Paris é uma festa para Cabral
Paris é uma festa para Cabral


Cabral e Adriana Ancelmo foram para Londres logo após a renúncia, mas é claro de lá, o rumo foi Paris, onde Cabral deve ter sido tomado pela nostalgia, afinal desta vez não estava acompanhado pela Gangue dos Guardanapos para fazerem farras com o nosso dinheiro.

Uma coisa é certa Cabral deve estar aliviado e frequentando os restaurantes mais caros de Paris. Há duas semanas não ouve uma vaia, não tem que fugir de protestos "Fora Cabral". Não precisa andar cercado por um exército de seguranças. Mas deve estar sentindo falta do helicóptero.

Cabral chega ao Rio depois do feriadão. A turma do PMDB está ansiosa para saber a sua decisão: Senado ou Câmara dos Deputados. Para Senado uma coisa é óbvia, basta haver um candidato forte que Cabral não tem nenhuma chance.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [12] | |


16/04/2014 15:38
Reprodução da Folha de S.Paulo online
Reprodução da Folha de S.Paulo online


Marco Polo Del Nero, presidente da Federação Paulista de Futebol foi eleito pelo sistema indireto para comandar a CBF. Vão trocar seis por meia dúzia. Del Nero é da turma de Ricardo Teixeira, que costurou sua candidatura. O atual presidente da CBF, José Maria Marin na próxima gestão será vice-presidente. E Teixeira à distância, no seu afastamento compulsório continua dando as cartas, e sua filha Joana permanece como diretora do Comitê Organizador Local fechando negócios da Copa.

Infelizmente como estamos no Brasil as investigações sobre as maracutaias do ex-capo da CBF, que na verdade continua mandando, não andaram para a frente.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [5] | |


16/04/2014 15:08
Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247
.
 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [12] | |


16/04/2014 12:44
Reprodução do jornal O Dia
Reprodução do jornal O Dia


Segundo o RJ TV já houve 20 ataques de traficantes às tropas do Exército. Se com 2.700 homens das Forças Armadas mais as polícias Civil e Militar a situação está assim imaginem se fosse apenas uma UPP como planejou Beltrame. É preocupante a situação na Maré.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [5] | |


16/04/2014 11:41
Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online


Uma vez que a imprensa não cobra, na campanha eleitoral será o momento em que Pezão será questionado e terá que prestar contas dos desvios de dinheiro na reforma do Maracanã e nas obras de recuperação da Região Serrana. E não adianta jogar a culpa no colo de Cabral.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [10] | |


16/04/2014 10:46
Reprodução do Informe do Dia
Reprodução do Informe do Dia


Os números que eu tenho são um pouco diferentes. O meu resultado é acima dos 20% e o de Pezão está mais abaixo. Não posso divulgá-los porque a pesquisa não foi registrada, foi realizada para avaliação interna. De qualquer forma essa pesquisa confirma minha liderança. Inflaram os números de Pezão para colocá-lo embolado com Lindbergh e Cesar Mais, mas está atrás. É por isso que o PMDB aposta em Crivella como alternativa. Notem que essa pesquisa foi feita uma semana depois de Pezão tomar posse com toda a exposição na mídia. Nem assim...

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [8] | |


16/04/2014 09:14
Reprodução do Radar online
Reprodução do Radar online


Já afirmei isso aqui no blog e esta nota só confirma. O PMDB quer fortalecer a candidatura de Crivella, concorrente de Pezão por que? Ora, é elementar meus caros. Cabral já se acertou com Crivella. Se não houver um milagre que salve Pezão, a opção Crivella será abraçada por Cabral, PMDB e a Gangue dos Guardanapos.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [10] | |


16/04/2014 08:48
Dilma e Pezão durante cerimônia ontem em São Gonçalo
Dilma e Pezão durante cerimônia ontem em São Gonçalo


Dizem que a primeira vaia a gente nunca esquece. Pezão até que já é escolado em matéria de vaias, afinal foram tantas ao lado de Cabral. Mas ontem durante cerimônia de entrega de diplomas do PRONATEC (governo federal) em São Gonçalo, Pezão foi "brindado" como uma sonora vaia por parte dos formandos. Foi constrangedor até para a Presidente Dilma, que escapou das vaias. Essa foi uma vaia que Pezão pode chamar de sua, não dividiu com Cabral. Foi a primeira como governador.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [17] | |


15/04/2014 16:46
Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247
.
 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [29] | |


15/04/2014 16:17
Márcio Garcia mostra a radiografia na porta da UPA
Márcio Garcia mostra a radiografia na porta da UPA


Esse fato lastimável aconteceu no fim da semana passada no Centro de Formação de Praças do Corpo de Bombeiros, em Guadalupe. O comandante da corporação, coronel Sérgio Simões mandou impedir pela força a entrada de Márcio Garcia, vereador do PR da cidade do Rio, que é major-bombeiro e estava convidado para uma cerimônia de formatura do curso de aperfeiçoamento de sargentos. O vereador ficou machucado, inclusive no final de semana estivemos juntos e ele está de braço na tipóia. Foi machucado e medicado numa UPA.

Sérgio Simões é aquele que enganou todos os bombeiros para acabar com a greve e depois perseguiu, mandou prender e expulsou, pais de família, bombeiros honestos que só lutavam por um salário digno. Os bombeiros não estavam reivindicando um apartamento na Barra da Tijuca, como o que o coronel Simões adquiriu recentemente e denunciamos aqui no blog, com um preço declarado abaixo do mercado.

Aliás, o coronel Simões até hoje não explicou como comprou o apartamento que fica numa rua que faz esquina com a Avenida das Américas, na Barra, mas que na escritura consta que fica em Jacarepaguá.

Que vergonha coronel Simões! Não respeitar um oficial da corporação, vereador eleito, convidado, e ainda querer usar a força como um ditadorzinho de meia tigela, isso porque ele é do PR.

Minha solidariedade ao vereador Márcio Garcia, que acabou entrando e recebendo a solidariedade dos colegas bombeiros.

Assistam abaixo o vídeo feito pela assessoria de Márcio Garcia.




 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [13] | |


15/04/2014 14:19


É inquestionável que o Tribunal Regional Eleitoral do Rio passou por mudanças para melhor. Mas também é inquestionável o equivoco de algumas decisões tomadas recentemente em relação à propaganda eleitoral antecipada. Na sua mais recente decisão fui multado em R$ 682 mil porque o juiz entendeu que a propaganda era uma promoção pessoal e que o conteúdo da expressão "o que é bom de verdade tem que ser para todo mundo" tinha caráter "notadamente eleitoral". Vamos aos equívocos.

Em nenhum momento houve infração à lei, que só pode ser caracterizada mediante pedido de voto ou promoção pessoal, e nenhuma das duas situações está configurada na propaganda veiculada na televisão e no rádio em outubro de 2013.

O segundo equívoco é ainda maior que o primeiro. Para chegar a tal valor (R$ 682 mil) o juiz calculou o preço de uma inserção de TV de 30 segundos e fez o mesmo para o rádio. Isso não existe na lei. Imaginem se o TSE, que considerou a aparição da presidente Dilma em rede nacional de TV e rádio durante 15 minutos fosse aplicar a ela o que o TRE - RJ aplicou a mim. A multa aplicada à presidente está dentro dos parâmetros estabelecidos pela resolução do TSE, mínimo de R$ 5 mil e máximo de R$ 25 mil. O juiz do TRE - RJ aplicou o que, segundo ele, equivaleria a uma inserção na TV (R$ 46.400 por cada inserção).

Como legislador sei muito bem que tribunais não fazem leis, podem no máximo interpretá-la. Não cabe ao TRE - RJ ou a qualquer tribunal adotar medidas que não têm fundamentação legal e nem jurisprudência em tribunais superiores.

É claro que esta decisão será reformada, mas até lá fica a impressão de que cometi alguma ilegalidade. Também não caberia uma ação minha por perdas e danos à imagem contra essa decisão? Não, a lei não prevê isso, portanto não posso fazê-lo. Engraçado é que o fato mais grave desta eleição até agora continua sem uma resposta. O deputado federal Áureo, presidente estadual do Solidariedade, disse em entrevista à rádio CBN, que o seu partido vai apoiar Pezão em troca de R$ 13 milhões. Disse inclusive o nome da empreiteira que iria entregar o dinheiro. Foi mais longe afirmando que tudo foi acertado entre ele, o presidente nacional do partido, Paulinho da Força, Cabral e Pezão. Esse fato é gravíssimo e até agora além de um desmentido tímido nenhuma providência foi tomada. A maior prova que o poder econômico está agindo para comprar partidos em apoio ao governo de Pezão é a total falta de lógica política no que vou relatar agora.

Em todas as eleições os partidos procuram fazer alianças com os que candidatos que lideram as pesquisas. No Rio o candidato Pezão é o último colocado, não alcança nem 7% de intenção de votos, no entanto já conta com o apoio de 14 partidos. Das duas, uma: ou eles são muito otimistas ou estão sendo comprados. Cadê a Justiça Eleitoral?

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [14] | |


15/04/2014 11:58
Picciani, Aécio e o grupo que jantou ontem na Zona Sul
Picciani, Aécio e o grupo que jantou ontem na Zona Sul


Tirando Picciani e os filhos (ambos deputados pelo PMDB), o deputado Luiz Paulo (PSDB), que acompanhava Aécio e aparece na foto, mais alguns tucanos que obviamente faziam parte da comitiva do senador mineiro, além de dois ou três deputados de outros partidos, apareceu meia-dúzia de gatos pingados do PMDB. Foi a isso que se resumiu o ato do PMDB - RJ de apoio a Aécio Neves, que obviamente pôde comprovar o tamanho muito limitado da força do "coronel" Picciani. Um fiasco do tamanho do rebanho da família Picciani.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [21] | |


PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ProximoUltimo

Facebook

Envie sua idéia

Twitter

Câmara Federal

Vídeos

Destaques
Busca
Histórico
Links
Todos os Direitos Reservado
Fotos Anthony Garotinho