Visitantes online: 1902
logo topo

sexta-feira, 24 de março de 2017

24/03/2017

10:27

Secretaria de Administração Penitenciária tenta esconder regalias de Sérgio Cabral

Reprodução G1
Reprodução G1

Todo mundo sabe que Sérgio Cabral está tendo regalias em Bangu 8. Por conta disso o juiz Marcelo Bretas chegou a mandar o ex-governador para Curitiba, onde, aliás, está preso um dos braços-direitos dele, seu ex-secretário Wilson Carlos. Mas o Tribunal Regional Federal revogou a decisão e Cabral voltou para Bangu 8. Denúncias de guardas penitenciários já denunciaram que Cabral passa o dia fora da cela, fica no ar condicionado, na biblioteca, se encontra com Adriana Ancelmo regularmente, recebe sacos de gelo e comida de fora do presídio. Agora fica explícito que o Governo do Estado está protegendo Cabral. Das 16 câmeras de Bangu 8, quatro estão quebradas. Agora vejam a "coincidência". Uma das câmeras inoperantes é a que registra imagens da cela de Sérgio Cabral. Por que será? Está arriscado a Cabral ser mandado de novo para Curitiba.

Aliás, Adriana Ancelmo reclamou de uma inspetora do presídio por ter sido chamada de "detenta" e ter sido obrigada a colocar as mãos para trás, procedimento padrão dentro do sistema penitenciário. Vai ver que queria ser chamada de "doutora" ou de "minha riqueza", como Cabral a chama. A inspetora foi punida com transferência. Mais um absurdo!

24/03/2017

08:54

Fala Garotinho - 24 de março de 2017


24/03/2017

08:00

Tentativas de escapar de Sérgio Moro e Marcelo Bretas não dão certo

Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online

Por unanimidade o Supremo Tribunal Federal não aceitou os argumentos de Lula que pretendia escapar de Sérgio Moro. O objetivo era que seu processo subisse para o STF. Agora não tem escapatória, Lula será julgado por Moro. Eduardo Cunha também foi pelo mesmo caminho, mas igualmente não se livrou de Sérgio Moro. Da mesma forma, aqui no Rio, Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo já fizeram tentativas de tirar seus processos das mãos do juiz Marcel Bretas, mas também tiveram seus pedidos negados. Já perdia a conta de quantas derrotas Lula, Cunha, Cabral e Adriana Ancelmo sofreram tentando se livrar da primeira instância. Nos casos de Cunha, Cabral e Adriana vários pedidos de habeas corpus também foram indeferidos. Não vai ter jeito. O destino deles vai ser decidido por Moro e Bretas. Só depois do julgamento em primeira instância é que poderão recorrer a instâncias superiores.

23/03/2017

18:47

Aumento de impostos fica para depois das manifestações de domingo

Eliseu Padilha, Michel Temer e Henrique Meirelles
Eliseu Padilha, Michel Temer e Henrique Meirelles

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles anunciou o rombo de mais de R$ 58 bilhões e declarou que o aumento de impostos "é uma boa possibilidade". Todo mundo, inclusive os aliados do governo, dava como certo que Meirelles anunciaria o aumento de impostos. Mas usou-se o argumento de que o governo quer primeiro analisar os cortes nos gastos de cada ministério. A justificativa não é verdadeira. O Palácio do Planalto e a equipe econômica já acertaram o aumento de impostos, e isso já foi comunicado a aliados de peso no Congresso. Mas domingo estão programadas manifestações nas capitais e grandes cidades de todo o país para defender a Lava Jato. O núcleo duro do governo já está apreensivo sobre a dimensão que o "Fora Temer" terá nos atos pelo país a fora. Ainda que os organizadores não tenham incluído na pauta protestos contra o governo não há como controlar a massa. O "Fora Temer" poderá ser maior ou menor, mas será inevitável. O anúncio esta semana do aumento de impostos só inflaria os protestos contra Temer. Por isso ficou para a próxima semana.

23/03/2017

17:28

Renan Calheiros injustiçado?

Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

Este espaço não virou blog de piadas, mas é cada uma que acontece e que a gente toma conhecimento, que não dá para simplesmente fazer cara de paisagem e ignorar. Essa do senador Renan Calheiros se dizer injustiçado por causa do vazamento de citações ao seu nome nas delações da Odebrecht é o fim da picada. Basta lembrar o caso em que foi acusado de receber propina da empreiteira Mendes Júnior para pagar a pensão à ex-amante, Mônica Veloso, com quem tem uma filha. O MPF o denunciou ao STF em 2013. Só três anos e meio depois a denúncia da Procuradoria Geral da República foi liberada para votação, em outubro do ano passado, pelo ministro Edson Fachin. E até agora não foi a plenário para os ministros decidirem se aceitam ou não a denúncia, e lá se vão quatro anos. Injustiçado? Ah, coitado!


23/03/2017

16:10

A piada de mau gosto do presidente da ALERJ

Jorge Picciani
Jorge Picciani

O Estado não tem dinheiro para nada. O calendário do pagamento de fevereiro para mais da metade dos servidores só deverá ser divulgado na próxima semana, praticamente no mês de abril. O presidente da ALERJ, Jorge Picciani justificou a crise do Estado para aprovar a venda CEDAE. Mas alheio a tudo isso, marcou para o dia 4 de maio uma licitação de R$ 12,2 milhões para gastar este ano com publicidade. Um deboche com o funcionalismo público. Alega que a verba é para divulgar as "boas ações" dos deputados. Ora, com todo o respeito, tirando meia-dúzia de parlamentares, o resto somando tudo que o fazem não dá nem meia "boa ação". Da maioria só saem maldades contra os servidores e contra a população. Essa, sem dúvida, é mais uma piada de mau gosto, que não tem graça, mas tem preço, e alto, porque no final nós é que vamos pagar a conta.

Ora, todo mundo sabe que os R$ 12,2 milhões não são para divulgar "boas ações, mas sim para tentar comprar a blindagem em veículos de comunicação. Nada além disso.

23/03/2017

14:51

Processo que pode cassar chapa Dilma - Temer estará pronto para julgamento em abril

Reprodução do Zero Hora
Reprodução do Zero Hora

O ministro-relator do caso no TSE, Herman Benjamin deu prazo até amanhã para que as defesas de Dilma e Temer, além do propositor da ação, PSDB, apresentem suas alegações finais. Já ouviu os depoimentos que considerava necessários aos processo. A partir daí falta preparar o seu voto e distribui-los aos colegas da Corte, o que deve acontecer até metade do mês de abril. Após essa fase caberá ao presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, marcar o julgamento, sem que haja prazo estipulado. Mas é claro que a defesa de Temer tentará manobras para protelar o julgamento que pode cassar o mandato do presidente.

23/03/2017

13:30

Temperatura quente em Brasília

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

A temperatura está subindo no embate entre o ministro Gilmar Mendes e o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot. O clima também não é bom entre a Polícia Federal e o MPF. Em ambos os casos o pano de fundo é a Lava Jato. O Palácio do Planalto, embora sem manifestações públicas, também está indignado com a Polícia Federal por causa da Operação Carne Fraca. E claro no Congresso são muitos contra a PF e o MPF. Realmente o clima está pesado em Brasília.

23/03/2017

11:55

Encontro Marcado com Garotinho (Quinta - 23/03)

23/03/2017

10:26

Temer x Dilma

Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

Dilma chamou Temer de "fraco e medroso". Ele, por sua vez, respondeu dizendo que "os que se dizem fortes destruíram o país". É um bate-boca colegial que não vai levar a nada. O certo é que se Dilma destruiu o país, Temer também tem culpa, afinal ele era o vice-presidente. Não é porque brigou com Dilma no final que pode se eximir de culpa. É bom lembrar que quando Dilma precisou aprovar medidas econômicas no Congresso, Temer saiu em campo para garantir votos do governo. Aliás, uma parte da mídia parece que esqueceu que Temer era o vice de Dilma, o isentam de culpa pela crise econômica. Coisas do Brasil.

23/03/2017

08:54

Fala Garotinho - 23 de março de 2017

23/03/2017

08:03

Deputados aprovam retrocesso nos direitos trabalhistas

Reprodução do Extra online
Reprodução do Extra online

Oitenta e cinco anos depois de Getúlio Vargas ter criado a carteira de trabalho e garantido direitos dos trabalhadores, a Câmara dos Deputados aprovou ontem a liberação da terceirização e ampliou os contratos temporários de 90 para 180 dias, com possibilidade de prorrogação por mais 90 dias. O governo diz que isso vai criar novos empregos, mas especialistas alertam que não é bem assim. Com menos direitos trabalhistas para os terceirizados muitas empresas poderão escolher o caminho de demitir quem tem carteira assinada e partir para a terceirização. O que o governo comemora como avanço, na verdade é um retrocesso. E agora os deputados vão votar outras medidas que podem afetar direitos universais dos trabalhadores, como férias, licença-maternidade, multa em casos de demissão sem justa causa. É o governo Temer fazendo o jogo dos empresários e tirando direitos dos empregados.

22/03/2017

18:18

As mudanças na Reforma da Previdência

Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

O projeto de reforma começou deixando os militares de fora porque Michel Temer foi convencido que não devia mexer com a caserna. Agora saem da reforma os servidores estaduais e municipais. Com isso não se mexe com policiais e profissionais da educação, dois setores altamente mobilizados e diminui-se o desgaste dos parlamentares nos seus estados de origem. No próximo ano teremos eleições, o ambiente já é altamente desfavorável à classe política, nenhum deputado ou senador está disposto a praticar o suicídio político. Mesmo assim existem outros pontos da reforma, que mesmo com todos os cargos que o Palácio do Planalto está distribuindo, além de outros favores, não vão ser aprovados facilmente. E tem a reação popular que começou a dar as caras com as primeiras manifestações e protestos por todo o país. Se o governo Temer, por conta de fatores judiciais, começar a derreter, aí não vai ter reforma nenhuma. Mas com certeza, se for aprovada, a reforma será bem diferente do projeto inicial do governo.

22/03/2017

17:29

PGR pede para investigar 9 ministros de Temer na Lava Jato

Reprodução do Estadão online
Reprodução do Estadão online

Só ontem, depois de tudo ter sido digitalizado, chegou às mãos do ministro-relator da Lava Jato no STF, Edson Fachin a tão falada lista de Janot. Mas segundo novo vazamento, desta vez para o jornal Valor Econômico, na lista de pedidos de abertura de inquérito constam os nomes de 9 dos atuais ministros de Temer. Caso o ministro Edson Fachin autorize os inquéritos, o governo Temer entrará para o livro dos recordes, com 9 ministros investigados. Vamos aguardar.

22/03/2017

16:01

Mais um engodo do governo Temer

Reprodução do UOL
Reprodução do UOL

Em outubro do ano passado Michel Temer lançou o primeiro programa social do seu governo, Criança Feliz, que marcou o primeiro discurso público da primeira-dama Marcela Temer, embaixadora da iniciativa. O programa consiste na formação de equipes com médicos, psicólogos e pedagogos para acompanharem a formação de crianças de até 3 anos, cujas famílias estão inscritas no Bolsa Família. Mas como podem ver o governo envia de R$ 5 mil a R$ 20 mil por mês para cada município, de acordo com o número de famílias inscritas. Ou seja, não dá para nada. Aliás, na cerimônia de lançamento foi anunciado que o Criança Feliz teria verba de R$ 1 bilhão este ano, mas a realidade é bem diferente. Em 2017 serão apenas R$ 328 milhões, menos de 1/3 do dinheiro previsto.

22/03/2017

14:39

Mesmo com todas as irregularidades, contas de Pezão vão ser aprovadas

Reprodução do Extra online
Reprodução do Extra online

É fato incontestável que em 2015, assim como se repetiu em 2016, que o governo Pezão não cumpriu os gastos mínimos constitucionais com a saúde. Isso por si só é crime de responsabilidade, que deveria levar ao impeachment do governador. Aliás, o MP Estadual ingressou com ação na Justiça pedindo o afastamento de Pezão por esse exato motivo. Mas na Comissão de Orçamento da ALERJ as contas de Pezão, relativas a 2015, foram aprovadas por 5 votos a 2. Agora vão para o plenário onde, podem apostar, serão aprovadas tranquilamente, afinal a distribuição de cargos e vantagens aos deputados garantem ao governador maioria confortável, mesmo com tudo de errado que fez. É vergonha! Ontem na cerimônia de devolução do dinheiro roubado por Sérgio Cabral (a parte já recuperada), o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que "o Rio de Janeiro está de joelhos", numa referência à corrupção que tomou conta do nosso estado. Pois essa frase se encaixa perfeitamente para situação da ALERJ, que também "está de joelhos", aos pés do governador Pezão. Uma vergonha!

PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 ProximoUltimo