Visitantes online : 944 sábado, 30 de julho de 2016
29/07/2016 17:19


Infelizmente pelos motivos expostos acima fui obrigado a tomar essa resolução. Não admitimos que nenhum diretório municipal, por conta de interesses locais, fuja da diretriz central do partido, decidida em assembleia, que o PMDB é o nosso adversário a ser enfrentado e derrotado no estado, e qualquer coligação com essa agremiação política só poderá ser feita em caráter excepcionalíssimo, com autorização do diretório estadual.

Com isso estaremos reunindo todos os diretórios na próxima segunda-feira para analisar a situação de cada cidade e aprovar ou não a coligação respectiva. É inadmissível por exemplo que o PP, que recebe o nosso apoio em 14 cidades, lance candidatos inexpressivos em cidades onde o PR tem reais chances de vitória. O partido que não tiver conosco em todo o estado uma relação de reciprocidade, ou seja, apoiar e receber apoio, a decisão do PR-RJ será intervir ou, em casos onde ocorrer desobediência à decisão partidária, dissolver o diretório.


 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [0] | |


29/07/2016 16:38


Dois políticos que fazem parte do grupo que acorda todos os dias às 5h30m temeroso que quando for 6h a Polícia Federal bata na sua porta, comemoravam a chegada da Olimpíada: "Bem, pelo menos em agosto podemos dormir até mais tarde sem sobressaltos". É com a mobilização da Polícia Federal para o esquema de segurança da Olimpíada durante o mês de agosto, a Lava Jato dificilmente terá nova etapa durante a competição. A turma do Petrolão acha que está a salvo pelo menos até setembro.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [0] | |


29/07/2016 14:52
Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online


A denúncia de Lula contra o juiz Sérgio Moro no Comitê de Direitos Humanos da ONU é uma estratégia que não tem nada de jurídica. Segundo o órgão das Nações Unidas, pela fila de processos, o caso de Lula demorará mais de dois anos a ser apreciado. Por um lado Lula faz pressão internacional para tentar evitar uma eventual decisão pela sua prisão. Por outro o recurso à ONU serve de "álibi eleitoral" para Lula. Caso seja condenado por Moro, recorrerá a instância superior, e, acredita ele, poderá ter chances de disputar a eleição de 2018. Assim caso tenha uma condenação em primeira instância usará o recurso à ONU para dizer que foi perseguição política. É isso que está por trás do recurso de Lula às Nações Unidas.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [0] | |


29/07/2016 13:15
Reprodução de O Dia online
Reprodução de O Dia online


O prefeito Eduardo Paes planejou sair da Olimpíada com imagem de estadista pensando na eleição presidencial de 2018. Mas vai terminar a Olimpíada como uma figura caricata conhecida nacionalmente, responsável por constrangimentos e desgastes à imagem do país, além de gestor de obras mal feitas e ter feito uma farra com o dinheiro público, beneficiando empresas de amigos e aliados. Mas até o final da Olimpíada vai dar para escrever um livro de frases de Paes, porque a cada dia ele solta uma pérola. Agora o prefeito diz que entende se for vaiado e compreende os protestos contra a Olimpíada. Só que para ele a revolta das pessoas é com a crise econômica. Então tá! Paes vê só aquilo que lhe interessa.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [0] | |


29/07/2016 11:40
Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online


Bem a conclusão óbvia é que a segurança nos locais de eventos olímpicos é totalmente falha. O repórter do Globo entrou no Engenhão sem lhe pedirem credencial, sem ser revistado, teve acesso até à central de energia do estádio. Entra quem quer e faz o que quiser. Aliás, hoje é vão contratar em esquema emergencial 300 policiais militares e bombeiros aposentados para operarem os aparelhos de raios X, por enquanto parados, porque a empresa contratada não tem funcionários aptos para o serviço. É uma bagunça generalizada. É preocupante.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [4] | |


29/07/2016 10:13
Reprodução do Estadão online
Reprodução do Estadão online


Uma coisa ninguém pode negar, Eduardo Cunha deve estar batendo recorde de recursos para tentar escapar da cassação. Se somarem os recursos na Justiça Federal do Paraná, no processo de improbidade, no STF por conta da Lava Jato e do processo de cassação, mais os que foram apresentados na Câmara certamente vai para o Livro dos Recordes. Agora consciente de que não tem mais chances de escapar da cassação na votação em plenário, Cunha volta a apelar ao Supremo. Quer que o STF suspenda o seu processo de cassação para voltar à estaca zero no Conselho de Ética. Não vai ganhar o recurso, até os seus aliados reconhecem, mas pelo menos tenta.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [0] | |


29/07/2016 09:07
Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online


Lula insiste que o sítio de Atibaia não é dele. Mas a Polícia Federal já confirmou que foi ele e dona Marisa quem cuidaram da reforma da cozinha, que custou R$ 252 mil. A PF apreendeu inclusive mensagens do arquiteto da OAS, Paulo Gordilho, que foi quem fez o projeto da cozinha gourmet. Na mensagens, Gordilho narra a reunião com Lula e Dona Marisa para tratar da reforma dizendo que tomaram uma garrafa de cachaça e mais 15 cervejas. O arquiteto chega a dizer "saí cambaleando". Certamente Lula vai dizer que não lembra do encontro, que não conhece o arquiteto, é capaz até de dizer que não bebe.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [5] | |


28/07/2016 16:27
Reprodução do Radar online, da Veja
Reprodução do Radar online, da Veja


Enquanto o povo quer saber quanto foi desviado e quem se beneficiou na farra dos gastos olímpicos, os governantes continuam travando uma guerra de vaidades nos bastidores. Uns se queixam de ingratidão, outros culpam terceiros pelos problemas antes da abertura da Olimpíada. É um festival de vaidades em busca de aplausos, mas está difícil do povo bater palmas diante de tudo o que está tomando conhecimento.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [6] | |


28/07/2016 15:06
Reprodução do Extra online e do R7
Reprodução do Extra online e do R7


A recomendação da Embaixada da França para os turistas franceses que vêm à Olimpíada é de ter sempre à mão uma nota de R$ 20 ou de R$ 50 para dar ao ladrão em caso de assalto. Segundo cartilha distribuída é para "manter o bandido feliz". Agora eu pergunto: os franceses estão errados? Quem vive no Rio de Janeiro, dependendo da região por onde vai passar, já adota essa tática há muito tempo, sempre anda com o "dinheiro do ladrão" separado para o caso de ser vítima de assalto. Essa é a realidade do Rio de Janeiro. Aliás, mesmo com as Forças Armadas na ruas, mais a Força Nacional de Segurança, a Polícia Federal e ainda as nossas polícias, civil e militar, fizeram um arrastão próximo à sede do governo estadual, o Palácio Guanabara. Isso porque o policiamento foi reforçado. Imaginem se não fosse...


Em tempo: Hoje pela manhã a Delegacia do Turista, no Leblon, estava lotada com turistas de várias nacionalidades vítimas de assaltos. Aliás, a delegacia só está funcionando porque os hotéis da Zona Sul fizeram um rateio e compraram impressoras, papel, copos de plástico, material de limpeza e rolou até mutirão para fazer consertos usando os funcionários dos hotéis.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [4] | |


28/07/2016 13:28
Reprodução de O Dia online
Reprodução de O Dia online


Ontem teve que ser cancelada a festa da passagem da tocha olímpica em Angra dos Reis, no sul-fluminense. Houve um grande protesto que terminou em confronto com a polícia militar e a guarda municipal. Nas redes sociais estão sendo convocados vários protestos na Baixada e na cidade do Rio de Janeiro. Mas o que preocupa a ABIN (Agência Brasileira de Inteligência) não são os eventos que pretendem apagar a tocha, mas sim protestos contra a corrupção nos gastos olímpicos, além de manifestações contrárias ao presidente Michel Temer, que o PT tenta organizar, além dos servidores estaduais do rio que também pretendem ir às ruas protestar. Com toda a sinceridade, pelas notícias negativas envolvendo os gastos e a desorganização da Olimpíada, será inevitável haver protestos. Só torço para que seja tudo pacífico, de ambos os lados, para a imagem do país não sofrer mais abalos.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [3] | |


28/07/2016 12:11
Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online


Olha aí os negócios do PMDB-RJ com o dinheiro da Olimpíada. Só em contratos emergenciais para a conclusão das arenas olímpicas, claro, sem licitação, Eduardo Paes está gastando R$ 233 milhões. Duas das empresas beneficiadas pertencem à família do líder do PMDB na ALERJ, André Lazaroni. Esse é o legado olímpico do PMDB-RJ para seus amigos e parceiros de negócios. Por isso Paes não quer de jeito nenhum a CPI da Olimpíada. Sabe que muito mais vai vir à tona. É por essa e por outras que a maioria da população acha que a Olimpíada trará mais prejuízos que vantagens. O Ministério Público Federal quer investigar a farra olímpica de Paes.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [8] | |


28/07/2016 10:22
Reprodução do jornal O Diário, de Campos
Reprodução do jornal O Diário, de Campos

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [12] | |


28/07/2016 08:55
Reprodução do Diário do Poder
Reprodução do Diário do Poder


Em vários municípios pelo Brasil afora há candidatos petistas que não pretendem usar a imagem nem de Lula, nem de Dilma nas suas campanhas. Acham que isso vai lhes tirar mais votos do que acrescentar. No caso de candidatos à reeleição preferem mostrar o que fizeram de positivo. Em redutos tradicionais do PT a imagem de Lula será usada. Já Dilma será muito pouco requisitada na campanha eleitoral. Só mesmo em cidades onde a opção for pela "nacionalização" da campanha. No caso de Lula é preciso aguardar também o desenrolar da Lava Jato.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [2] | |


28/07/2016 07:27
Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online


Por decisão unânime, o Tribunal Regional Federal determinou que retornem ao regime fechado. Com isso ainda hoje deverão deixar o regime domiciliar sendo levados pela Polícia Federal para Bangu 8. Os advogados vão recorrer ao Superior Tribunal de Justiça, mas até que haja uma decisão permanecerão no presídio. A força-tarefa da Operação Saqueador considerava crucial a prisão em regime fechado para o prosseguimento das investigações.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [6] | |


27/07/2016 18:04
Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online


Eduardo Cunha está se despedindo das mordomias, embora ainda terá direito a segurança especial da Câmara. E pelo jeito não apareceu nenhum aliado para o churrasco. Em outros tempos Cunha e a mulher estavam rodeados de parlamentares. É mais um capítulo do final anunciado.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [7] | |


27/07/2016 16:15
Reprodução do Zero Hora, de Porto Alegre
Reprodução do Zero Hora, de Porto Alegre


Todo mundo fala da necessidade de reforma política. Mas daí a agir para aprovar a reforma vai uma grande distância. O PSDB apoiou Rodrigo Maia para presidência da Câmara colocando como uma das condições a instituição da cláusula de barreira para diminuir o número de partidos e o fim das coligações proporcionais. Só que uns defendem as mudanças para a eleição de 2018, mas outros querem só em 2022. Temer, Aécio e Rodrigo Maia querem que a reforma ande para a frente. No próximo mês pode ser criada uma comissão especial na Câmara para debater a reforma política. Mas dificilmente será aprovada alguma coisa este ano. Temos a Olimpíada, depois as eleições municipais e o ano estará no fim. Este ano teremos 35 partidos disputando a eleição, sendo 28 com representação no Congresso Nacional. Na próxima eleição, em 2018, se não houver a reforma devem ser ainda mais partidos, porque várias siglas novas estão em processo de recolhimento de assinaturas.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [2] | |


27/07/2016 14:57
Reprodução do Extra online e manchete do Globo online
Reprodução do Extra online e manchete do Globo online


Tem um ditado que diz: "De filho bonito todo mundo quer ser pai". Quando falar da Olimpíada agregava imagem positiva os governantes disputavam quem era o "pai", a "mãe", ou como falei ontem, o "tio". Agora com o vexame da Vila Olímpica começou a corrida de revezamento da culpa olímpica. Nuzman culpa as construtoras; Paes culpa o comitê de Nuzman; Dilma culpa Paes. Só está começando. Só sei de uma coisa, por tudo o que está acontecendo, os "tios" da Olimpíada, Temer e Paes podem se preparar para a vaia na abertura.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [21] | |


27/07/2016 13:10
Eduardo Cunha no anúncio da renúncia à presidência da Câmara
Eduardo Cunha no anúncio da renúncia à presidência da Câmara


O julgamento da cassação de Eduardo Cunha deverá acontecer em agosto. Rodrigo Maia não suportará a pressão para colocar em votação. Cunha será cassado. O Palácio do Planalto já se convenceu que não há mais nada a fazer para salvar Cunha. Depois, sem mandato, Cunha passará às mãos de Sérgio Moro. É isso que se teme no Palácio do Planalto. Aliás, é engraçado o jogo de vai-e-vem entre Cunha e o Palácio do Planalto. Ambos os lados usam aliados para enviar mensagens e fazer avaliações dos próximos passos de cada parte. Cunha sabe que hoje nem com a delação premiada escapa de passar uma temporada preso em regime fechado. Mas está em jogo também a situação da mulher e da filha. No Palácio do Planalto o grande temor é que Cunha jogue uma bomba no governo para pelo menos salvar a mulher e a filha.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [1] | |


27/07/2016 11:41
Reprodução de O Dia online
Reprodução de O Dia online


O prefeito Eduardo Paes ligou para o presidente Michel Temer para pedir ajuda financeira para os "percalços de última hora" da Olimpíada. Está tudo errado. Paes não faz muitos dias anunciou que a situação financeira da Prefeitura do Rio era confortável, bem diferente do governo estadual, mas por conta dos problemas na Vila Olímpica já está pedindo mais dinheiro federal. Em vez de ficar falando bobagens o tempo todo e fazer oba-oba, Paes deveria era ter se preocupado com a qualidade das obras e evitar mais um vexame para o país.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [7] | |


27/07/2016 10:25
Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online


Hoje às 13h, a 1ª Turma Especializada do Tribunal Regional Federal julga o recurso sobre a prisão de Cavendish, Cachoeira e demais presos da Operação Saqueador. Por enquanto Cavendish está em casa e os demais em hotéis da Zona Sul do Rio porque não tiveram autorização para retornar a suas cidades. O MPF recorreu contra a prisão domiciliar. A força-tarefa da Lava Jato no Rio considera a decisão de hoje crucial para a continuidade das investigações da Operação Saqueador. Três desembargadores federais decidirão se mantém a prisão domiciliar ou se os presos voltam para Bangu 8. Vamos aguardar.

 |   Compartilhar no Twitter  |    Comente [7] | |


PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ProximoUltimo

Facebook


Twitter


Vídeos

Busca
Histórico
Links
Todos os Direitos Reservado
Fotos Anthony Garotinho