Visitantes online: 218
logo topo

quinta-feira, 1 de outubro de 2020

04/09/2020

08:00

É bom relembrar...

03/09/2020

20:00

É bom relembrar...

03/09/2020

14:00

É bom relembrar...

03/09/2020

08:00

É bom relembrar...

02/09/2020

20:00

É bom relembrar...

02/09/2020

14:00

É bom relembrar...

02/09/2020

08:00

É bom relembrar...

01/09/2020

20:00

É bom relembrar...

01/09/2020

15:00

Três ministros do STJ se declaram impedidos de julgar Witzel

Três ministros do Superior Tribunal de Justiça se declararam impedidos e, por isso, não vão participar do julgamento da Corte Especial que discute nesta quarta-feira (2) o afastamento de Wilson Witzel (PSC) do governo do Rio de Janeiro.

Os ministros que se declararam impedidos são:

*Felix Fischer
*João Otávio de Noronha
*Jorge Mussi

Fischer tem um ex-assessor advogando no caso. Noronha e Mussi já tinham declarado o impedimento em um pedido de liberdade do Edmar Santos, ex-secretário de Saúde do Rio e delator do suposto esquema de desvio de recursos para enfrentamento da pandemia.

Com isso, o presidente da Corte, Humberto Martins, decidiu convocar ministros que não participam da Corte Especial para que o caso seja analisado com quórum completo. Esse colegiado é formado pelos 15 ministros mais antigos da Casa. Ao todo, o STJ tem 33 cadeiras.

Serão convocados:

*Paulo de Tarso Sanseverino
*Isabel Gallotti
*Antonio Carlos

Na avaliação de técnicos do STJ, são necessários 10 dos 15 votos (quórum de 2/3) para que Witzel seja mantido afastado da chefia do Executivo local. O presidente do STJ só vota em caso de empate.

REPRODUÇÃO: AGENDA DO PODER

01/09/2020

14:00

É bom relembrar...

01/09/2020

13:00

Toffoli dá 24 horas para STJ e PGR apresentarem informações sobre afastamento de Witzel

REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF
REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF

01/09/2020

08:00

É bom relembrar...

30/08/2020

13:00

É bom relembrar...

29/08/2020

13:00

É bom relembrar...

29/08/2020

05:18

A GLOBO E OS FATOS

Bem que alguns jornalistas, especialmente os comentaristas da globo, tentaram misturar os fatos, mas o chefe da força tarefa ao explicar o nome da operação “Tris in Idem” deixou claro que se referia aos ex-governadores Sérgio Cabral e Pezão, incluindo o atual, a sequência de 3 governos que afundaram o estado no mar de corrupção. Ao dizer, genericamente, em alguns momentos, que 5 governadores já haviam sido presos no Estado, a Globo não distinguia os fatos e tentava jogar todos na mesma lama.

Quero reafirmar que, nem eu nem a ex-governadora Rosinha respondemos a qualquer processo da lava Jato, e, que, as ações contra nós são originárias de Campos, do mesmo grupo de juízes e promotores, numa tentativa clara de interferência no processo político da cidade. Não respondemos a nenhum processo da 7a Vara Federal, comandada pelo Dr. Marcelo Bretas, e a nenhum inquérito da força tarefa comandada pelo Dr. Ricardo El Hage.

São de minha autoria as notícias crime a Procuradoria-Geral da República, contra Sérgio Cabral e a sua Gangue dos Guardanapos, envolvendo pessoas poderosas de todos os poderes do Estado. Prefiro não fazer julgamentos precipitados dos fatos atuais, mas a contundência de alguns acontecimentos mostra claramente que havia algo de podre no governo Witzel e eu avisei.

A Globo se vê diante de um grande dilema, acusada pelo doleiro Dario Messer de enviar e receber milhões de dólares através de contas não declaradas, não explica seus próprios erros, preferindo apontar o dedo para os outros.

Não sou canalha! Quando acusei o grupo de Cabral o fiz com provas. Contas no exterior, mansões, Iates, jóias, barras de ouro, tudo devidamente documentado. O que facilitou e muito o trabalho da força tarefa da Lava Jato no Rio. Porém, até hoje, meus acusadores da cidade de Campos, não mostraram uma única conta minha no exterior, nem fazendas, mansões ou mesmo um cheque de fornecedores do Estado depositado em minha conta.

Acusações sem prova são atitudes de covardes!

Que o governo atual e seus secretários e apoiadores sejam investigados e punidos caso os crimes sejam comprovados, mas que as Organizações Globo não escapem das garras da justiça como já fizeram várias vezes se colocando acima do bem e do mal.

Anthony Garotinho

28/08/2020

20:00

É bom relembrar...