Visitantes online: 924
logo topo

quarta-feira, 28 de junho de 2017

14/06/2017

07:44

Aécio Neves ainda mantém esperança de não ser preso

Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

A decisão da Primeira Turma do STF que manteve a prisão de Andrea Neves, irmã de Aécio foi um banho de água fria na família Neves e nos tucanos, que esperavam que ela conseguisse o habeas corpus. Mas o senador mineiro mantém as esperanças, isso porque o resultado foi de 3 a 2. Votaram pela manutenção da prisão, Luiz Fux, Rosa Weber e Luis Roberto Barroso, com votos contrários de Marco Aurélio Mello e Alexandre de Moraes. Na lógica de alguns caciques do PSDB, o fato de Aécio ser senador pode pesar. Mas os fatos e provas são de uma gravidade, que alguns tucanos reconhecem que o resultado de ontem não deve criar expectativas positivas para Aécio, muito pelo contrário. Em todo o caso a decisão sobre o pedido de prisão de Aécio será na próxima semana, dia 20.

13/06/2017

19:05

Internet e redes sociais cada vez mais influenciam os brasileiros

Reprodução do Estadão
Reprodução do Estadão

Essa pesquisa do Ibope é muito interessante. Pela primeira vez a internet / redes sociais passa a mídia como principal canal de influência da opinião pública numa eleição. E podem apostar que dentro de um ano, quando a campanha de 2018 estiver prestes a começar, a internet / redes sociais crescerá ainda mais em influência. É um caminho sem volta, que vai enfraquecer pouco a pouco veículos tradicionais que já decidiram eleições no passado. Por isso hoje não escondem mais tantos fatos, simplesmente porque não há mais como impedir que certas informações cheguem à opinião pública.

13/06/2017

17:58

À beira de uma crise entre os poderes

Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

A base aliada de Michel Temer está usando a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara para tentar aprovar um requerimento questionando o ministro Edson Fachin, claramente tentando constrangê-lo. O Palácio do Planalto teria, segundo denúncia da Veja, determinado à ABIN que espionasse o ministro. Agora surge a informação de que telefones da Procuradoria Geral da República podem ter sido grampeados ilegalmente. Além disso, o presidente do Senado, Eunício Oliveira anuncia que não vai cumprir a decisão do ministro Fachin de afastar o senador Aécio Neves. O Executivo e Legislativo estão de forma explícita afrontando o Judiciário. Se não houver uma posição firme por parte do STF e da PGR não sei onde essa história vai terminar, mas o final será muito ruim para o país, disso não tenham dúvidas.

13/06/2017

16:41

O Brasil de pernas para o ar

Michel Temer; abaixo reprodução do Globo
Michel Temer; abaixo reprodução do Globo

Fato raríssimo, mas o editorial de hoje do jornal O Globo, fala pela maioria dos brasileiros. Claro, os interesses do grupo de comunicação estão muito distantes do pensamento da maioria dos brasileiros. Eles querem derrubar Temer para eleger, por via indireta, um presidente que possam manipular, como é o caso de Rodrigo Maia. Mas quem chegar hoje ao Rio e não conhecer o passado do jornal, como, por exemplo, seu apoio à ditadura, pode até pensar que é um paladino da democracia. Para quem conhece a sua trajetória editorial fica claro que há outros interesses por trás.

13/06/2017

15:23

Palmas para Aécio Neves!

Reprodução do Estadão
Reprodução do Estadão

Que vergonha a reunião da executiva nacional do PSDB. Teve até uma salva de palmas para Aécio Neves. Aliás, ele até mereceu, mas por outro motivo, afinal conseguiu colocar o partido aos seus pés para tentar salvar seu mandato de senador, ainda que vá arrastar seus correligionários para o fundo do poço, junto com o PMDB.

O PSDB decidiu ficar no governo, manter todos os cargos, mas ao mesmo tempo vai recorrer da decisão do TSE que absolveu Temer, além de liberar os deputados federais para, se quiserem, votarem pela aceitação da denúncia da Procuradoria Geral da República contra Temer no STF, que deve ocorrer na próxima semana, isso porque o ministro Edson Fachin deu mais 5 dias para a Polícia Federal concluir o inquérito.

Realmente o PSDB manteve a fama de ficar em cima do muro. Mas pagará um preço alto por estender a mão para Temer. Aliás, hoje o jurista Miguel Reale Jr, um dos autores do pedido de impeachment de Dilma, já anunciou que vai deixar o partido. O presidente interino, senador Tasso Jereissati (CE) afirmou que a permanência dos tucanos no governo do PMDB "é uma incoerência que a História nos colocou". Ora, a História sempre apresenta alternativas, os tucanos é que escolheram o caminho errado, da incoerência, e serão cobrados em 2018, não tenham dúvidas.

13/06/2017

13:51

A primeira de muitas condenações de Sérgio Cabral

Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online

Sérgio Cabral foi condenado a 14 anos e dois meses por Sérgio Moro, um pouco menos que Eduardo Cunha que recebeu sentença de 15 anos e quatro meses. Mas esse é apenas o primeiro dos 10 processos em que Cabral é réu. Trata-se apenas do caso de propina na obra do Comperj.

Seu braço-direito e ex-secretário de Governo, Wilson Carlos foi condenado a 10 anos e oito meses de prisão. Já o operador Carlos Emanuel Miranda recebeu pena de 10 anos. Adriana Ancelmo foi absolvida por falta de provas por Moro, assim como aconteceu com Cláudia Cruz, mulher de Eduardo Cunha.

No próximo mês deverá sair a sentença do primeiros dos nove processos que Cabral responde na 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, do juiz Marcelo Bretas. E vem por aí o 11º processo, no caso que levou à prisão o empresário Marco Antônio de Luca, o famoso esquema da alimentação. E outros ainda virão. Cabral deverá responde a pelo menos 15 processos.

13/06/2017

11:55

Encontro Marcado - 13/06/2017

13/06/2017

09:30

Fala Garotinho (Terça - 13/06/2017)

13/06/2017

07:48

Quatro delações explosivas

Antonio Palocci, Lúcio Funaro, Eduardo Cunha e Sérgio Cabral
Antonio Palocci, Lúcio Funaro, Eduardo Cunha e Sérgio Cabral

Antonio Palocci está em plena negociação da delação premiada. O doleiro Lúcio Funaro trocou de advogado para negociar a sua delação. Sérgio Cabral também trocou de advogado e quer fazer delação, mas vai ter que oferecer mais do que se propõe ao MPF. E Eduardo Cunha vendo Temer ir para o brejo sabe que a chance de uma delação premiada vai se expirar em pouco tempo, é agora ou nunca. São quatro delações premiadas, que se forem confirmadas implodirão parte da República. Tem muita gente já contratando advogados por precaução.

12/06/2017

19:12

Presidente do STF aceita explicação de Temer sobre suposta espionagem ao ministro Edson Fachin

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

Diz a nota da ministra Cármen Lúcia:

"A Ministra Presidente do Supremo Tribunal Federal não adotará qualquer providência sobre a notícia de que estaria havendo escuta ou medida irregular contra Ministros do Supremo. O Presidente da República garantiu não ter ordenado qualquer medida naquele sentido. Não há o que questionar quanto à palavra do Presidente da República. Portanto, o tema está, por ora, esgotado".

No âmbito da Procuradoria Geral da República não foi divulgado ainda se alguma providência será tomada. Tanto a ministra Cármen Lúcia quanto o procurador Rodrigo Janot já haviam divulgado no sábado notas oficiais repudiando a espionagem ao ministro Edson Fachin.

De qualquer forma o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) protocolou representação na PGR pedindo a investigação contra o presidente Michel Temer sobre a possível prática de atos de obstrução das atividades da Justiça, abuso de autoridade e corrupção passiva.

12/06/2017

17:15

Exclusivo! Campistas podem estar na lista de propinas de Cabral

Anotações da planilha do operador de Cabral, Luiz Carlos Bezerra
Anotações da planilha do operador de Cabral, Luiz Carlos Bezerra

As listas apreendidas na residência de Luiz Carlos Bezerra, um dos homens de estrita confiança de Sérgio Cabral, contêm nomes de familiares do ex-governador, do próprio Pezão e de vários políticos candidatos na eleição de 2014 ou apoiadores de campanha.

Em relação a Campos dos Goytacazes, chama a atenção, em várias listas de recebimento de propina, o nome “Diegues”. Somente numa dessas listas (reprodução acima), Diegues aparece recebendo R$ 20 mil.

Murilo Diegues foi um dos coordenadores da campanha de Rafael Diniz. Recentemente, ele foi condenado pelo TRE por divulgar pesquisas de um instituto chamado PRO4. Tal instituto nunca informou quem pagava pelas pesquisas divulgadas.

Agora, investigadores acreditam que o nome de Murilo Diegues, dono do instituto, apareça na lista justamente ao lado dos valores recebidos para fazer as pesquisas que induziram o crescimento dos números relacionados à intenção de votos em Rafael Diniz.

Associado ao valor de R$ 50 mil, tem também outro nome que os investigadores estão tentando, ao comparar com outras listas, identificar se ele se trata de Marcão ou Magal.

12/06/2017

16:33

Na fila de espera da Lava Jato

Affonso Monnerat e Geddel Vieira Lima
Affonso Monnerat e Geddel Vieira Lima

Nos bastidores da política dois personagens são apontados como "bola da vez" nas próximas etapas da Lava Jato.
No Rio as apostas indicam que o próximo a ser preso deve ser o braço-direito de Pezão, o secretário de Governo, Affonso Monnerat, cujo nome aparece nas planilhas da propina e já foi conduzido coercitivamente para depor na Operação O Quinto do Ouro. Em Brasília, o nome "em alta" nos prognósticos da Lava Jato é do ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), que já foi alvo de mandado de busca e apreensão e que é ligadíssimo a Eduardo Cunha.

12/06/2017

15:04

Tucanos em cima do muro

Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

Está marcada para as 17 horas, a reunião da executiva nacional do PSDB para discutir se sai ou continua no governo Temer. Uma ala de tucanos novos defende a saída imediata, mas alguns de plumagem de idade mais avançada querem continuar no governo.

Os dois maiores defensores da permanência do PSDB no governo são Aécio Neves e Geraldo Alckmin. Aécio quer ajudar Temer para ganhar em contrapartida o apoio dos senadores tucanos para escapar da cassação no Senado. Alckmin, pelo mesmo motivo de Lula (vide nota abaixo), prefere ver Temer derretendo a ter que enfrentar em 2018 um presidente (eleito por via indireta), que possa se candidatar à reeleição. Isso, claro, partindo do princípio que não afunde com a Lava Jato.

Muita gente acredita que a reunião de hoje do PSDB não decidirá nada, vai esperar mais. Mas quanto mais os tucanos derem apoio e sustentação ao governo Temer, pior será o resultado eleitoral em 2018.

12/06/2017

13:41

Dilma 2018

Dilma e Lula no Congresso Nacional do PT, no final do mês passado
Dilma e Lula no Congresso Nacional do PT, no final do mês passado

No próximo ano, a ex-presidente Dilma Rousseff será candidata no Rio Grande do Sul, só não decidiu ainda se disputará o Senado ou a Câmara dos Deputados. Dilma chegou a ensaiar transferir seu domicílio eleitoral para o Rio de Janeiro, mas a ideia não foi adiante. Dilma se beneficiou da decisão do TSE. O que ninguém acredita é que se o julgamento não tivesse atrelado Dilma a Temer, ela escaparia da inelegibilidade. Bem, como o MP Eleitoral vai recorrer ao STF para tentar rever a absolvição da chapa, a situação de Dilma pode mudar, mas por enquanto pode se candidatar a qualquer cargo.

Aliás, Lula fugiu pela tangente ao comentar a decisão do TSE: "Quem sou eu para dar palpite sobre decisão judicial?" Para Lula entre Temer ficar agonizando e haver nova eleição indireta, a primeira hipótese é mais vantajosa, melhor ainda se o PSDB continuar agarrado ao governo.


12/06/2017

11:55

Encontro Marcado com Garotinho (Segunda - 12/06/2017)

12/06/2017

09:25

Fala Garotinho (Segunda - 12/06/2017)

PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 ProximoUltimo