Deputados Clarissa Garotinho, Rodrigo Maia, Garotinho e Paulo Feijó no aeroporto de Campos aguardando a chegada dos ministros para sobrevoarem áreas atingidas
Deputados Clarissa Garotinho, Rodrigo Maia, Garotinho e Paulo Feijó no aeroporto de Campos aguardando a chegada dos ministros para sobrevoarem áreas atingidas


Fico impressionado com o deputado Roberto “Pinóquio” Henriques, homem de Campos, cidade que enfrenta ainda as conseqüências da enchente, mas que se omitiu completamente e se escondeu na hora que as pessoas mais precisavam. Se tivesse caráter honraria os votos que recebeu do povo de Campos tentando ajudar de alguma forma. Mas não. Ele que se vangloria que telefona para secretários estaduais e é logo atendido, poderia ter feito alguma coisa. Mas só liga quando é por interesse próprio para pedir a nomeação de algum apadrinhado ou quando quer alguma vantagem. Na hora que o povo está necessitado Roberto “Pinóquio” Henriques lhe dá as costas. É por isso que continua com 2% nas pesquisas eleitorais.

Aliás, me contaram uma história que, apesar dos desvios de caráter do deputado que todos em Campos já conhecem, mas assim mesmo custo a acreditar. Segundo a versão que me chegou, no dia em que rompeu a rodovia BR -356, o deputado Roberto Henriques teria dito numa roda de políticos: “Agora Rosinha vai se estrepar” seguindo a linha de apostar no caos e no sofrimento das pessoas para tentar tirar dividendos políticos. Pois deu com a cara no chão. Mas o povo de Campos da mesma forma que sabe quem trabalha a sério pelas pessoas, também não se esquece dos traidores que lhe viram as costas. Que coisa feia deputado!

Comentários