Maurício Cabral, o homem de R$ 487 milhões é irmão de Sérgio Cabral
Maurício Cabral, o homem de R$ 487 milhões é irmão de Sérgio Cabral


Embora não ocupe nenhum cargo no governo, Maurício Cabral, irmão do governador Sérgio Cabral foi certamente o homem que mais manipulou recursos durante a atual gestão. É ele quem decide tudo sobre propaganda no governo do Estado e os números são espantosos, para não dizer escandalosos e humilhantes diante da necessidade e do sofrimento da população. O que vocês vão ver abaixo é o retrato do despudor, da farra com o dinheiro público para calar a imprensa do Rio de Janeiro.

Sob o comando de Maurício Cabral, seu irmão governador vai gastar até o final deste ano quase meio bilhão de reais para anunciar obras que não são dele, perseguir adversários políticos e divulgar o que não fez. Vamos aos números e aos fatos.

Nos dois primeiros anos do governo Sérgio Cabral foram gastos R$ 166 milhões. Uma média de R$ 83 milhões por ano.

Agora pasmem, o último contrato com as agências de publicidade, no valor de R$ 125 milhões, que deveria valer por um ano foi todo gasto em 5 meses (de setembro/2009 a janeiro/2010) .

A nova licitação, quem pelo previsto no contrato só deveria acontecer no próximo mês de setembro foi antecipada para março deste ano, com valor de R$ 150 milhões, mais a possibilidade de aditivo de 25%, o que no final dá R$ 187 milhões.

Como a publicidade em ano eleitoral só pode ser feita pelo governo do Estado até o dia 30 de junho, Cabral vai despejar milhões nos veículos de comunicação para calar seus adversários e manipular a opinião pública.

Vejam como os gastos de publicidade de Cabral são espantosos:

1º e 2º anos – R$ 166 milhões
3º ano – R$ 125 milhões
4º ano – R$ 187 milhões
Soma dos 4 anos: R$ 478 milhões

Quase meio bilhão de reais. Isso mesmo, meio bilhão.

Enquanto isso, os moradores desabrigados da chuva esperam pelo aluguel social.

Enquanto isso, o salário de médicos, policiais e professores continua minguado e Cabral diz que não pode dar aumento.

Enquanto isso faltam até fraldas nas Farmácias Populares.

Mas o mais grave de tudo, além da falta de respeito com o dinheiro público é que quem cuida de todo esse assunto, quem decide quem vai receber, a agência que será escolhida, o veículo de comunicação que vai ou não receber verba do governo do Estado chama-se: Maurício Cabral, o irmão do governador Sérgio Cabral., conhecido com Mauricinho Cabral.

Comentários