Rodrigo Rocha Loures e Geddel Vieira Lima conduzidos pela Polícia Federal
Rodrigo Rocha Loures e Geddel Vieira Lima conduzidos pela Polícia Federal

Os adeptos de teorias da conspiração devem ter ficado em polvorosa com a decisão de um desembargador do TRF do Distrito Federal que concedeu a prisão domiciliar ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, um dos homens de confiança de Michel Temer. De fato é uma coincidência, não quero acreditar que haja algo além disso.

Quando se falava que Rodrigo Rocha Loures, o homem da mala de Temer, não estava suportando mais a prisão e ia fazer delação premiada, no dia seguinte ganhou prisão domiciliar. Agora quando o Palácio do Planalto temia que Geddel Vieira Lima, que chegou a chorar na frente do juiz, não suportasse a pressão psicológica por estar emocionalmente arrasado, veio a prisão domiciliar.

Para Temer as duas prisões domiciliares vieram na hora certa.