Presidente da ALERJ, Paulo Melo adota os métodos tenebrosos da ditadura
Presidente da ALERJ, Paulo Melo adota os métodos tenebrosos da ditadura



A situação na Assembléia Legislativa do Rio é mais grave do que podíamos imaginar. Informações que recebi há pouco dão conta que a empresa de espionagem contratada pelo deputado Paulo Melo com o dinheiro público, a Marte, colocou também escuta ambiental, inclusive com câmera de vídeo escondida no gabinete de dezenas de deputados estaduais.

A empresa é especializada nisso, espionagem e escuta ambiental. Pelo jeito o deputado Paulo Melo não confia muito nos seus colegas e pode pagar caro por isso. Aliás, há algum tempo atrás foram descobertas escutas clandestinas nos gabinetes de alguns deputados que denunciaram o caso à polícia, um dos casos relembro abaixo, o do deputado Xandrinho (PV). A situação é tão séria que pode acabar em impeachment para o deputado Paulo Melo, afinal contratar serviços de espionagem com o dinheiro público para espionar os colegas deputados é no mínimo mau-caratismo, pra não dizer outra coisa.

Eu se fosse deputado estadual contrataria alguém por minha conta para fazer uma varredura no meu gabinete, afinal a empresa contratada para esse trabalho conforme a postagem anterior, é especializada justamente em armar escutas ambientais e grampos ilegais, e foi denunciada na Justiça de São Paulo.