Garotinho, que lidera as pesquisas para a sucessão de Cabral, discursa para os bombeiros em frente à ALERJ, no ano passado
Garotinho, que lidera as pesquisas para a sucessão de Cabral, discursa para os bombeiros em frente à ALERJ, no ano passado


Tenho dito aqui no blog que pesquisas pagas pelo grupo de Cabral me apontam como favorito na disputa para o governo do Estado, em 2014. Hoje, o jornal Valor Econômico, sem citar as fontes, afirma que estou liderando a corrida para o governo estadual, porém, coloca números que são bem diferentes daqueles a que tenho tido acesso. A matéria fala que tenho “em torno de 30%” das intenções de voto e que o senador Lindberg Farias (PT), “aparece na faixa dos 20%”. Em pesquisa feita no mês de fevereiro, com mais de 2 mil entrevistados em todo o estado, apareço em primeiro lugar em todas as regiões, inclusive a capital. Essa pesquisa me dá 35%, enquanto Lindberg aparece com 14%. O único número que confere com o que foi publicado no jornal é o do vice Pezão que não sai de 2%.

Abaixo eu reproduzo a matéria. É claro que a informação sobre a minha liderança folgada no Rio não é destaque, está no meio de uma reportagem sobre os planos eleitorais do PT. E obviamente a imprensa carioca – comprada por Cabral – jamais vai dar essa colher de chá. Mas é bom alguns leitores verem para não terem dúvidas, de que quando afirmo que lidero a disputa para as eleições de 2014, não é chute.


Reprodução do jornal Valor Econômico
Reprodução do jornal Valor Econômico


Comentários