Visitantes online: 245
logo topo

terça-feira, 22 de outubro de 2019

13/11/2017

14:45

Os políticos com medo da marcha

Faixas pró-intervenção militar na parada de 7 de setembro
Faixas pró-intervenção militar na parada de 7 de setembro
Não haverá nenhuma sessão deliberativa esta semana na Câmara dos Deputados. Nem mesmo com medidas provisórias importantes vencendo, os deputados tiveram coragem de ficar em Brasília para saber o que vai acontecer no dia 15 de novembro quando está programada uma mega manifestação no país inteiro, pedindo intervenção militar. Ontem pelas redes sociais a convocação para os atos no Rio, São Paulo, Brasília e Porto Alegre era intensa, o que levou o comando das Forças Armadas a aumentar o nível de alerta sobre o movimento.

Um vídeo onde um general do Exército convoca os tenentes e outros oficiais a assumirem uma posição patriótica está causando frisson entre os defensores da intervenção militar constitucional, se é que existe isso mesmo. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia vai se reunir com o ministro do STF, Alexandre de Moraes e depois vem para o Rio se encontrar com Pezão e prefeitos fluminenses. O discurso oficial é que o deputado vai apresentar um pacote de medidas contra a violência, mas na verdade o que se fala é que vão tratar da campanha do ano que vem no estado.

13/11/2017

13:37

Prefeitura de Campos: Muita corrupção e incompetência

Prefeito de Campos, Rafael Diniz
Prefeito de Campos, Rafael Diniz
A situação está se complicando para o prefeito de Campos, Rafael Diniz. Além de sua popularidade baixíssima, no mesmo nível de Michel Temer, as denúncias de corrupção começam a pipocar com documentos e provas em várias áreas do governo, especialmente a saúde, que está um verdadeiro caos. No final de semana, por exemplo, não havia médicos nos postos de urgência da Saldanha Marinho (na área central da cidade), que aliás, estava fechado, nem no posto do Jardim Carioca, em Guarus, onde mora inclusive a família do prefeito.

Há escândalos também já mapeados nas secretarias de Fazenda, de Obras, e na gestão da folha de pagamentos, que, aliás, está atrasada em três meses para os prestadores de serviços. Nos próximos dias será montada uma força tarefa, envolvendo órgãos estaduais e federais para investigar as compras sem licitação da saúde, além de um contrato suspeitíssimo de aluguel de gerador para eventos no valor de R$ 5 milhões. Além disso causa estranheza aos auditores federais que a Prefeitura de Campos tenha rescindido um contrato de R$ 350 mil mensais com a Infraero para administração do Aeroporto Bartolomeu Lizandro, assinado pela ex-prefeita Rosinha Garotinho, e, por dispensa de licitação, a atual administração assinou um novo contrato para o mesmo serviço com uma empresa privada por R$ 800 mil. Na semana passada o Tribunal de Contas do Estado suspendeu a licitação para a compra de uniformes e kits escolares no valor de R$ 25 milhões, apontando direcionamento e valores acima dos praticados no mercado.

Apesar da blindagem local dos órgãos de fiscalização, as surpresas podem vir de cima.

13/11/2017

11:56

Encontro Marcado com Garotinho (Segunda, 13/11/2017)

13/11/2017

09:22

Fala Garotinho (Segunda, 13/11/2017)

12/11/2017

22:08

Conversa franca com Garotinho

12/11/2017

14:01

Sérgio Cabral reescreve o dicionário

Depois de pedir ao juiz Marcelo Bretas para confiar na sua índole, o meritíssimo deve ter tido dificuldade para segurar as gargalhadas, no mesmo depoimento Sérgio Cabral criou uma nova versão para o verbete "propina". Segundo ele nunca pediu propina, só apoio.

Bem, o Aurélio ensina o que é propina: "Dinheiro que se oferece a alguém em troca de favor ou negócio lucrativo, geralmente ilícito." Mas para o "xerife" do presídio vip de Benfica propina é sinônimo de "apoio". Logo diamantes, joias, barras de ouro são "prosaicos" apoios à sua ex-vida de bilionário, que torrava mensalmente R$ 4 milhões, de acordo com a força tarefa da Lava Jato.

11/11/2017

15:04

É bom Eduardo Paes ir se preparando

Sérgio Cabral, Aécio Neves e Eduardo Paes nos "bons tempos"; abaixo reprodução do Globo online
Sérgio Cabral, Aécio Neves e Eduardo Paes nos "bons tempos"; abaixo reprodução do Globo online
Houve um tempo em que os três personagens da foto acima eram "queridinhos" da Globo. Colunistas os incensavam, às vezes quase os colocando numa galeria de heróis da pátria, eram tratados como visionários, enaltecidos em reportagens do Jornal Nacional. Os malfeitos, as tramoias, para usar uma palavras amenas, eram ignorados não apenas pelos veículos das Organizações Globo como também pela maior parte da mídia.

Até que Sérgio Cabral foi preso e, uma a uma das denúncias da roubalheira praticada por sua quadrilha foram sendo confirmadas pela força tarefa da Lava Jato. Hoje condenado três vezes, com penas somadas de 72 anos, além de réu em mais 13 processos, Cabral passou a ser bombardeado por aqueles que o aplaudiam, fingindo espanto, surpresa com a trajetória criminosa do ex-governador.

Ontem, como podem ver na reprodução acima, todos os colunistas nacionais do Globo voaram no pescoço de Aécio Neves, como aliás, começaram a fazer quando o Brasil tomou conhecimento da escandalosa gravação onde, entre outras coisas, pede a Joesley Batista, da JBS, propina de R$ 2 milhões. Somado às delações e provas de contas no exterior, propinas e outros esquemas de corrupção, Aécio Neves é hoje, ao lado de Eduardo Cunha e outros, um dos maiores símbolos da política podre, que faz negócios para botar no bolso o dinheiro público.

Por enquanto o Globo ainda mantém a proteção a Eduardo Paes, apesar das denúncias que já vieram à tona sobre os esquemas de corrupção que praticou na Prefeitura do Rio. Mas é questão de tempo para Paes ser atingido mortalmente pela Lava Jato. Por isso Paes deveria ir se preparando para o dia em que todos os colunistas do Globo vão escrever artigos falando da decepção, de mais uma "surpresa", e do fim da linha do ex-prefeito do Rio. A hora dele está chegando.

11/11/2017

10:32

Bombeiros perseguidos por Cabral vão comemorar um ano de prisão de Cabral

Reprodução do Facebook
Reprodução do Facebook
E no domingo, dia 19, servidores estaduais estão marcando um protesto na Rua Aristides Espínola, esquina com a praia do Leblon, onde Adriana Ancelmo cumpre prisão domiciliar. Cabral está colhendo o que plantou.

10/11/2017

15:35

O fator Manuela D'Ávila

Deputada estadual pelo Rio Grande do Sul, Manuela D
Deputada estadual pelo Rio Grande do Sul, Manuela D'Ávila (PCdoB)
A deputada Manuela D'Ávila (PCdoB) não é mais uma jovenzinha como quando assumiu seu primeiro mandato de deputada federal em 2007, na época tinha 26 anos. Hoje deputada estadual no Rio Grande do Sul está com 36 anos, mas mantém forte ligação com eleitorado jovem, afinal foi vice-presidente nacional da UNE. É séria e combativa.

Ao anunciar sua candidatura à Presidência da República, Manuela D'Ávila surpreendeu os petistas que esperam ter o PCdoB na chapa de Lula. Não creio que seja uma candidatura para valer, acho que o objetivo é valorizar o cacife do partido na negociação política visando a eleição.

Mas se ela fizer um trabalho consistente nas redes sociais pode criar uma mobilização da juventude que não quer se atrelar ao MBL e outros movimentos considerados conservadores.

10/11/2017

14:18

É hoje! Garotinho vai dar posse a novos diretórios do PR

10/11/2017

11:55

Encontro Marcado Especial (Sexta, 10/11/2017)

Você Pergunta e o Garotinho Responde

Participe! Pergunte ao Garotinho. Clique aqui.



10/11/2017

09:25

Fala Garotinho (Sexta, 10/11/2017)

09/11/2017

18:31

Tem gente querendo ver o PSDB ser escorraçado do governo

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo
Temer sabe que terá que ceder ao Centrão, e precisará dos ministérios ocupados pelo PSDB para aplacar o apetite dos partidos aliados. Além disso tem consciência que no máximo no início do próximo ano os tucanos vão pular fora por interesse eleitoral. Então tem gente soprando no ouvido de Michel Temer que é melhor botar eles logo para correr. A questão é que o governo para aprovar mesmo que seja uma mini reforma necessita dos votos tucanos no Congresso. Mas pessoas próximas ao presidente sustentam que o PSDB - por uma questão de coerência com seu eleitorado - não poderá votar contra reformas que fazem parte do seu discurso. Por essa lógica Temer teria os votos necessários ainda que indique para os tucanos a porta da rua. A conferir, mas o PSDB segue rumo ao precipício. Aliás, hoje Aécio Neves destituiu Tasso Jereissati da presidência interina do partido aumentando o racha interno. Tá feia a coisa.

09/11/2017

15:55

Será que Eduardo Cunha vai passar o Natal em casa?

Reprodução do blog do Lauro Jardim, do Globo
Reprodução do blog do Lauro Jardim, do Globo

09/11/2017

14:31

A frase do ano é de Sérgio Cabral

Reprodução do jornal Extra
Reprodução do jornal Extra
"Acredite em mim, na minha índole". Essa frase de Sérgio Cabral para juiz Marcelo Bretas é antológica. É o cúmulo do cinismo. Com três condenações que somam 72 anos e respondendo a mais 13 processos, Cabral é um exemplo de má índole.

09/11/2017

09:31

Fala Garotinho (Quinta, 09/11/2017)