Reprodução do Diário do Poder
Reprodução do Diário do Poder

Por sugestão do ministro do Esporte, Leonardo Picciani, conforme consta na ata da reunião da direção nacional do PMDB, foram suspensos por 60 dias das atividades partidárias os deputados Sérgio Zveiter (RJ), Jarbas Vasconcelos (PE), Veneziano Vital do Rêgo (PB), Laura Carneiro (RJ), Celso Pansera (RJ) e Vitor Valim (CE). Isso porque votaram pela aceitação da denúncia contra Michel Temer.

Em compensação Eduardo Cunha e Sérgio Cabral, ambos já condenados por corrupção, não sofreram nem mesmo uma repreensão. Dá para acreditar? Sim, afinal trata-se do PMDB.