Visitantes online: 282
logo topo

terça-feira, 26 de maio de 2020

11/02/2020

11:02

Em delação, Eike relata propina de R$ 20 mi para Aécio

Um dos anexos que integram o acordo de delação de Eike com a Procuradoria-Geral da República (PGR) detalha o pagamento de R$ 20 milhões de propina a Aécio Neves.

A montante seria, segundo o relato, uma contrapartida pela ajuda de Aécio às empresas do grupo de Eike junto ao poder público, em especial no estado de Minas. Entre os benefícios apontados por Eike está a concessão de licenças ambientais.

O dinheiro, segundo o empresário, foi repassado, na ocasião, a um amigo de Aécio, conforme pedido do próprio tucano. O acordo de Eike com a PGR ainda não está fechado. O executivo chegou a ir a Brasília para mostrar sua “boa vontade” em colaborar.

Procurado pela coluna, Aécio disse, por meio de sua assessoria, que a "acusação é falsa e absurda” e que "jamais intercedeu em favor de qualquer interesse do Sr. Eike Batista”. “É lamentável que acusações levianas, como essa, sejam aceitas por autoridades sem a menor comprovação, exclusivamente para atender interesse de um réu confesso de inúmeros crimes e que, agora, busca obter benefícios através de falsas imputações que jamais serão comprovadas exatamente por serem falsas”, diz a nota. A assessoria afirmou que em 2010 “Aécio Neves não era mais governador de Minas”. Em abril daquele ano, o tucano deixou o governo de Minas para disputar o Senado.


REPRODUÇÃO: O GLOBO

10/02/2020

20:28

Bate papo com o Garotinho

10/02/2020

20:00

ELE SABE MUITO...

Eike Batista cita Eduardo Cunha e Edison Lobão na proposta de delação que negocia com a Priocuradoria-Geral Da República (PGR).

Aos dois, diz ter pagado propina.

REPRODUÇÃO: ÉPOCA

10/02/2020

18:44

Ele não podia falar... Queima de arquivo?

<b>REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF</b>
REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF

10/02/2020

18:00

Quem é o vereador do PSL dono da casa onde estava o miliciano Adriano Nóbrega

O ex-PM Adriano da Nóbrega, apontado como chefe da milícia Escritório do Crime e ligado ao senador Flávio Bolsonaro, foi morto neste domingo durante operação polícial em Esplanada, interior da Bahia.

Ele escondido em uma casa de propriedade do vereador de Esplanda Gilsinho de Dedé, do PSL, partido pelo qual Jair Bolsonaro foi eleito em 2018. No local os policiais encontraram quatro armas e 13 celulares.

Gilsinho tem 38 anos, é casado, e natural de Salvador. Na sua ficha eleitoral, o vereador não define sua ocupação: “estudante, bolsista, estagiário e assemelhados”.

Ao G1, Gilsinho negou conhecer Adriano da Nóbrega. “Nunca [conheci] na minha vida. Nunca falei, além das fotos que saíram na mídia nunca nem vi, nem falei, nunca tive nenhum contato, nem fui apresentado”, afirmou.

REPRODUÇÃO: BRASIL 247

10/02/2020

17:01

Eu também avisei...

<b>REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF</b>
REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF

10/02/2020

16:05

Eu avisei...

<b>REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF</B>
REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF

06/02/2020

08:06

Cabral x Pezão

REPRODUÇÃO DA TRIBUNA NF
REPRODUÇÃO DA TRIBUNA NF

04/02/2020

09:13

DELAÇÃO OU VINGANÇA.

Minha relação com o setor de transporte coletivo nunca foi pacífica e acho que tenho razões para isso.

O setor sempre prejudicou a população, buscou inviabilizar outros modais e corrompeu autoridades.

A delação do presidente da Fetranspor tenta me envolver no mar de lama que eu mesmo denunciei.

Assista o vídeo de 5 anos passados, na campanha ao governo do estado, durante o debate da revista Veja e tire suas conclusões.

Mesmo sendo perseguido pela justiça de Campos, nunca me acusaram de enriquecimento ilícito ou de adquirir qualquer patrimônio ou desviar dinheiro público em benefício pessoal.

É sempre bom relembrar que as noticias crime contra Sergio Cabral, empresários e diversos políticos, foi feita a PGR em Brasília por mim no ano de 2012 e só adotaram providências depois que o Estado faliu.

Assista.

03/02/2020

19:06

RESPOSTA ÀS MENTIRAS DE SÉRGIO CABRAL

Hoje, em depoimento ao juiz Marcelo Bretas, Sérgio Cabral confessou alguns de seus crimes e a participação de seu vice, Pezão, em alguns deles.

Seu ressentimento em relação a mim e a Rosinha ficou evidente ao afirmar que "diminuiu a taxa de corrupção antes praticada."

Se tem alguma prova contra mim, deve entregá-la ao Ministério Público, como fiz em relação a ele e seus comparsas.

Não respondo a nenhum processo na lava-jato, apenas ações movidas pela justiça de Campos, por perseguições de grupos locais.

26/01/2020

08:13

Papo de casal com Garotinho e Rosinha.

22/01/2020

18:09

Brizola faria hoje 98 anos: o líder trabalhista e sua dimensão histórica. Por Henrique Matthiesen

A singularidade da existência humana pode ser refletida na dimensionalidade a qual o homem justifique sua própria história e na escolha, intransferível de quais causas e lutas dedicará sua vida.

Leonel de Moura Brizola tinha a exata visão do tempo, das dimensões de sua historicidade e de seu desígnio dentro das bandeiras que se dedicou até o apagar-se de sua vida humana.

Opção inegociável da coerência o que o qualificava como ninguém. Como o fio condutor da história que o conectava a um ideário de uma visão e conceituação de país soberano, desenvolvido e justo, que o credenciou como herdeiro soberano do Varguismo e do Trabalhismo brasileiro.

Neste sentido transmutou-se dentro da dimensão histórica. De um perfil apenas existencial a uma ideia, uma bandeira e uma causa.

Encarnou como poucos em um símbolo maior da defesa intransigente dos interesses pátrios. Sim, poucas lideranças tiveram o privilégio e a visão vanguardista de Brizola sobre a soberania nacional do Brasil. E mais do que isso, fez de sua trajetória uma cruzada ininterrupta de salvar as crianças e a própria nacionalidade, por meio da educação; consequentemente a historicidade o reconhece, inclusive, com a indicação de um prêmio na Organização das Nações Unidas, ONU, como um dos maiores construtores de escolas do mundo.

Ressalta-se que as escolas idealizadas por Brizola não eram somente construções arquitetônicas de uma estrutura que reproduzia e reproduz nossos mais brutais fracassos – fruto uma educação desonesta e catequizadora – da ordem social sagrada e imutável.

Não. Brizola tinha opinião de uma escola libertária, emancipadora e cidadã, onde se conectava por meio de uma educação verdadeiramente honesta e onde afirmaríamos nossas maiores potencialidades para, de fato, sermos um país soberano.

Leonel lutou os grandes combates, amargou derrotas, mas venceu o essencial. Tornou-se referência inconteste na história brasileira, de um homem a frente do seu tempo, que deixou um enorme legado e tornou disso uma bandeira a ser preservada e posta em prática.

Reuniu como poucos, ideias, exemplo e militância. Não deixou que as benesses do poder efêmero – armadilha preferencial aos que perderam sua dimensão histórica – o mediocrizasse.

Ao referenciar o grande Leonel Brizola, jamais podemos deixar de refletir sobre: o seu tamanho histórico; sua existência fecunda; suas bandeiras de vida e seu legado para as futuras gerações.

Brizola vive! Não como clichê demagogo, mas como ideia, como exemplo e como militância.

REPRODUÇÃO DO DIÁRIO DO CENTRO DO MUNDO

20/01/2020

21:42

Gente grande da política ajudou o barco da Globo a não afundar...

REPRODUÇÃO PODER 360
REPRODUÇÃO PODER 360

16/01/2020

08:22

Garotinho e Dona Samira

15/01/2020

18:18

Garotinho, ao vivo, na Rádio Aurora

13/01/2020

07:21

Feliz aniversário, Wladimir!

Estou amando estar em Campos. Aniversário de Wlad, o carinho da minha nora Tassiana e a alegria dos meus netos, além de muitos amigos trazendo sonhos,lembranças e esperança.

Wlad amadureceu, hoje é um grande pai, talvez melhor que eu tenha sido para ele.
Que Deus o guarde, o livre dos maus amigos, dos caminhos tortuosos e grave no seu coração, pela infinita misericórdia, que a coroa da vida eterna só é concedida àquele caminha e luta até o fim sem perder a fé.

PARABÉNS MEU FILHO!

Dos pais que te amam,
ROSINHA E GAROTINHO.