Visitantes online: 1050
logo topo

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

30/07/2017

12:19

Piada de campista bem humorado

Ontem ao descobrir que o jornal Folha da Manhã publicou uma decisão da desembargadora Cristina Feijó, antes que o site do TRE houvesse disponibilizado a decisão, e nem mesmo os advogados que me defendem tivessem ciência do teor proferido pela magistrada, um frequentador do calçadão campista, mais conhecido como “Rua do Homem em Pé”, proferiu a seguinte piada em tom de sentença: “Garotinho está errado ao chamar a Folha da Manhã de Folha da Mentira. Na verdade é Folha dos Manhães”, referindo-se a Ralph Manhães (juiz) e Leandro Manhães (promotor). Digo eu: é pode ser, afinal como é que um jornal divulga uma decisão que nem os advogados da parte têm conhecimento?

29/07/2017

19:47

Garotinho denuncia tentativa de fraude no julgamento da operação chequinho



29/07/2017

17:58

Plantão Médico da Câmara dos Deputados

Famoso quadro de Rembrandt "Lição de Anatomia do Dr, Tulp"; abaixo manchete do Globo online
Famoso quadro de Rembrandt "Lição de Anatomia do Dr, Tulp"; abaixo manchete do Globo online

Viu usar a analogia do presidente da Câmara, Rodrigo Maia referindo-se ao estado do "paciente" Michel Temer com a votação da denúncia por corrupção passiva, marcada para a próxima quarta-feira. Sobre a possibilidade de não ser obtido o quórum de 342 deputados para votar a denúncia, Rodrigo Maia afirmou que é o "mesmo que deixar um paciente com a barriga aberta no centro cirúrgico".

Temer é um paciente terminal, que sobrevive artificialmente. Se ficar "com a barriga aberta no centro cirúrgico", ou melhor, se a denúncia não for votada logo e o impasse se instalar, além do risco de uma "infecção hospitalar", um fato novo que agrave o estado de saúde, Temer continuará sem "estancar a hemorragia", definhando a cada dia mais. O problema é que quem paga os "procedimentos médicos" somos nós e a "conta hospitalar" é cada vez mais pesada.

29/07/2017

14:50

Bem vindas as Forças Armadas

Exército nas ruas do Rio
Exército nas ruas do Rio

Até que enfim uma boa notícia para o Rio de Janeiro, que vive a pior crise de sua história, atacado bor bandos de marginais, traficantes, milicianos, quadrilhas de assaltantes, facções criminosas disputando o território e impondo o terror pelas armas, fazendo as balas cruzarem os bairros, matando em série policiais e civis inocentes. Vivemos num cenário de guerra urbana onde as forças da segurança pública capitularam ao poder dos bandidos por absoluta falta de condições materiais para desempenharem sua missão de proteger a sociedade.

Há muito tempo o Rio de Janeiro pede socorro, cansei de cobrar aqui no blog que o governo federal ajudasse o nosso estado que se esvai em rios de lágrimas e de sangue. Demorou até demais para haver uma ação efetiva, passou-se muito tempo jogando para a galera.

Mas enfim, ontem as Forças Armadas foram para as ruas reforçar a nossa segurança. São 10 mil homens e mulheres — 8,5 mil das Forças Armadas, 620 da Força Nacional e 1.120 da Polícia Rodoviária Federal - que ocuparam 22 pontos em vias expressas e na Zona Sul.

O povo do Rio de Janeiro recebe as Forças Armadas de braços abertos, ontem populares disputavam para tirar selfies com soldados que patrulhavam a Zona Sul.

É cedo para analisar a estratégia e a dimensão das ações dessa operação que irá até o final do ano, devendo ser renovada até o final de 2018. Mas uma questão não pode ser esquecida. É preciso ajuda federal também para reaparelhar as polícias Civil e Militar completamente sucateadas nos seus recursos materiais.

Esperamos que em breve possamos viver dias melhores, sem tanto medo de sair de casa. É claro que é um processo longo, as Forças Armadas não vão fazer milagres, mas pelo menos agora está se fazendo alguma coisa além de fechar os olhos enquanto a guerra do Rio vai somando suas vítimas e destruindo famílias todos os dias.

É bom que todos tenham consciência que até para a economia do Rio se levantar a médio prazo, uma dos requisitos essenciais é controlar a violência. Sem isso não chegaremos a lugar nenhum.

29/07/2017

10:24

Deputados vão fazer fila no Palácio do Planalto

Palácio do Planalto com prédio do Congresso ao fundo
Palácio do Planalto com prédio do Congresso ao fundo

O recesso do Congresso termina na segunda-feira. Podem apostar que na terça, quando os trabalhos recomeçam e véspera da data marcada para a votação da denúncia de Temer, haverá um longa fila de deputados entrando no Palácio do Planalto. A menos que aconteça alguma tragédia nacional o Palácio do Planalto, assim como o Jaburu, serão cenário de um sem número de conversas nada republicanas, de um "toma lá, dá cá" escancarado tentando garantir votos de última hora para enterrar a denúncia. Será deprimente!

28/07/2017

21:02

JUIZ REDUZ PRAZO DE DEFESA DE GAROTINHO, QUE DENUNCIA PERSEGUIÇÃO

O juiz Ralph Manhães, responsável pela Operação Chequinho, tomou uma decisão fora dos autos e reduziu pela metade o prazo de defesa do ex-governador Anthony Garotinho, segundo denuncia a coluna do jornalista Lauro Jardim; em resposta em seu blog, Garotinho acusou o juiz de "afrontar lei, as normas, mudar prazos e desrespeitar instâncias superiores da justiça, tudo ao arrepio da lei"
Mesmo sendo adversário declarado da Globo, o ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, recebeu uma nota favorável, na coluna do jornalista Lauro Jardim, que denunciou uma suposta manobra judicial, feita fora dos autos, para encurtar os prazos da defesa.
Confira, abaixo, a nota da coluna de Lauro Jardim:

O juiz Ralph Manhães, que Anthony Garotinho diz persegui-lo, deu uma decisão fora dos autos do processo para encurtar o prazo de alegações finais do ex-governador.

Enquanto os autos estavam com a defesa, o juiz reduziu de dez para cinco dias o prazo.

Apesar do recorrente histrionismo de Garotinho, decidir fora dos autos não é comum.

Em decorrência do caso, Garotinho reagiu em seu blog e acusou o juiz de persegui-lo e de agir fora da lei.

Os advogados do ex-governador também protestam contra o fato de o promotor responsável pelo caso, Leandro Manhães, insinuar que Garotinho estaria agindo em conluio com o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, para dificultar os trabalhos do MP. Segundo o advogado Raphael Faria, “o promotor cometeu grave crime ao imputar a um ministro da mais alta Corte do País a prática de atos que não ocorreram”.

Leia, abaixo, o texto postado por Garotinho em seu blog:

Pense em uma dezena de arbitrariedades e ilegalidades.

Pensou?

Agora multiplique por 200 vezes.

Isso é a OPERAÇÃO CHEQUINHO.

Depoimentos obtidos sob tortura, cerceamento de defesa, desrespeito ao princípio do contraditório.

Ilegalidades em série.

Testemunhas de acusação que receberam emprego ou cargo comissionado na prefeitura para mentir.

Depoimentos de testemunhas acusatórias gravados e amplamente divulgados; no dia do meu depoimento o sistema de gravação deu defeito.

Pura coincidência...

Não acredito que somente um promotor irresponsável, que acusa ministro do supremo TRIBUNAL Federal de manipular o sistema de distribuição de processos, ou um delegado manifestamente incapaz de agir com isenção e justiça ou ainda um juiz, que se porta como FARAÓ e afronta lei , as normas, muda prazos, desrespeita instâncias superiores da justiça, tudo ao arrepio da lei, estejam agindo por conta própria.

DEVE HAVER ALGO MAIOR.

Talvez Ruy Barbosa nos tempos de hoje repetiria uma de suas frases preferidas : "quem não luta por seus direitos não é digno deles."

Vamos denunciar a farsa da Operação Chequinho feita para dar aparência de legalidade à vitória de Rafael Diniz. E agora quando seu governo desmorona diante dos olhos e corações de um povo revoltado, enganado, é preciso, mesmo que suprimindo prazos ou passando por cima da lei, condenar o GAROTINHO.

É necessário calar a voz de quem defende o povo.

Voltando às reflexões de Ruy Barbosa, vendo o que se passa em Campos, talvez repetisse: "embora acabe eu, a minha fé não acabará; porque é a fé na verdade, que nos livra dos interesses sujos; essa é a fé invencível."

Ralfh Manhães
Leandro Manhães
Glaucenir Oliveira
Paulo Cassiano e outros que integram o sistema politico-midiático-jurídico sabem porque e por quem estão fazem isso.

Outro dia, em entrevista à Folha de São Paulo, o presidente do TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL, ministro GILMAR MENDES citou uma memorável frase do patrono do direito brasileiro para definir o que se passa no Brasil hoje.

"O BOM LADRÃO SALVOU-SE MAS NÃO HÁ SALVAÇÃO PARA O JUIZ COVARDE."

Amigos, força e coragem para cima do medo.
ANTHONY GAROTINHO.

Reprodução do site Brasil 247


28/07/2017

17:21

Temer x Dilma: Maioria dos brasileiros era feliz e não sabia

Reprodução do Estado de Minas
Reprodução do Estado de Minas

Entendam bem, quando digo "era feliz e não sabia" não estou enaltecendo o governo Dilma, mas apenas usando uma figura de linguagem, para mostrar que para a maioria dos brasileiros o governo Temer é pior.

52% acham que o governo Dilma foi melhor que o de Temer
35% acham os dois governos iguais
11% acham que o governo Temer é melhor que o de Dilma

Não é à toa que tanta gente está desesperançada, acreditou que Temer seria melhor do que Dilma e deu no que estamos vendo.



28/07/2017

16:04

Todo mundo reclama da crise, menos os bancos

Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

Vejam o exemplo do Bradesco. No primeiro trimestre seu lucro líquido foi de R$ 4,6 bilhões. Já no segundo trimestre subiu para R$ 4,7 bilhões, no mesmo período do ano passado foi de R$ 4,1 bilhões. Somando os dois trimestres, o Bradesco lucrou nos primeiros seis meses do ano R$ 9,3 bilhões. Enquanto isso empresas e lojas fecham, o desemprego é recorde e a crise continua, claro, menos para os bancos, que entre governo, sai governo continuam mandando no país.

28/07/2017

15:26

ACIMA DE QUALQUER SUSPEITA

Pense em uma dezena de arbitrariedades e ilegalidades.

Pensou?

Agora multiplique por 200 vezes.

Isso é a OPERAÇÃO CHEQUINHO.

Depoimentos obtidos sob tortura, cerceamento de defesa, desrespeito ao princípio do contraditório.

Ilegalidades em série.

Testemunhas de acusação que receberam emprego ou cargo comissionado na prefeitura para mentir.

Depoimentos de testemunhas acusatórias gravados e amplamente divulgados; no dia do meu depoimento o sistema de gravação deu defeito.

Pura coincidência...

Não acredito que somente um promotor irresponsável, que acusa ministro do supremo TRIBUNAL Federal de manipular o sistema de distribuição de processos, ou um delegado manifestamente incapaz de agir com isenção e justiça ou ainda um juiz, que se porta como FARAÓ e afronta lei , as normas, muda prazos, desrespeita instâncias superiores da justiça, tudo ao arrepio da lei, estejam agindo por conta própria.

DEVE HAVER ALGO MAIOR.

Talvez Ruy Barbosa nos tempos de hoje repetiria uma de suas frases preferidas : "quem não luta por seus direitos não é digno deles."

Vamos denunciar a farsa da Operação Chequinho feita para dar aparência de legalidade à vitória de Rafael Diniz. E agora quando seu governo desmorona diante dos olhos e corações de um povo revoltado, enganado, é preciso, mesmo que suprimindo prazos ou passando por cima da lei, condenar o GAROTINHO.

É necessário calar a voz de quem defende o povo.

Voltando às reflexões de Ruy Barbosa, vendo o que se passa em Campos, talvez repetisse: "embora acabe eu, a minha fé não acabará; porque é a fé na verdade, que nos livra dos interesses sujos; essa é a fé invencível."

Ralfh Manhães
Leandro Manhães
Glaucenir Oliveira
Paulo Cassiano e outros que integram o sistema politico-midiático-jurídico sabem porque e por quem estão fazem isso.

Outro dia, em entrevista à Folha de São Paulo, o presidente do TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL, ministro GILMAR MENDES citou uma memorável frase do patrono do direito brasileiro para definir o que se passa no Brasil hoje.

"O BOM LADRÃO SALVOU-SE MAS NÃO HÁ SALVAÇÃO PARA O JUIZ COVARDE."

Amigos, força e coragem para cima do medo.
ANTHONY GAROTINHO.

28/07/2017

14:35

Garotinho fala da situação do Rio de Janeiro



28/07/2017

13:20

Esvaziando a Lava Jato

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

Primeiro Michel Temer trocou o ministro da Justiça. Depois o novo ministro da Justiça, Torquato Jardim ameaçou trocar o diretor da Polícia Federal, Leandro Daiello. Voltou atrás, mas foi anunciado o fim da força-tarefa exclusiva da Lava Jato em Curitiba, delegados e agentes passaram a cuidar de outros inquéritos, de outra natureza. Agora os cortes orçamentários vão reduzir a capacidade da Polícia Federal realizar operações. Temer está cumprindo o que prometeu aos aliados, esvaziar a Lava Jato.

28/07/2017

11:59

Comemoração antes do tempo

Reprodução do Extra
Reprodução do Extra

O presidente Michel Temer finalmente assinou o decreto que regulamenta a recuperação fiscal do Rio. Isso está sendo comemorado por boa parte da mídia e por muitos servidores nas redes sociais. Mas muita gente acha que agora o Rio de Janeiro vai receber dinheiro e suspender o pagamento da dívida da União. Por isso é importante esclarecer.

Foi assinado e publicado hoje no Diário Oficial da União o decreto que regulamente o programa de recuperação fiscal, mas é apenas o primeiro passo. Agora o Governo do Rio tem que apresentar o seu plano de ajuste, o que já pode ser feito hoje, mas segundo a imprensa, só acontecerá na segunda-feira. Acho que Pezão e o pessoal da Fazenda já estão em clima de final de semana antecipado. A partir da entrega do plano, a Secretaria do Tesouro Nacional terá 20 dias para analisar todos os dados. Se tudo estiver ok, dentro dos requisitos, aí sim será assinado o acordo do Rio com a União. Somente depois é que, se não houver alguma decisão judicial contrária, poderá ser acertado o empréstimo de R$ 3,5 bilhões, usando a Cedae como garantia. Ou seja, a previsão de que o dinheiro só sairá em setembro continua. E claro, como venho dizendo, não vai ser a solução de todos os problemas dos servidores como vocês irão perceber.

28/07/2017

09:25

Fala Garotinho - 28 de julho de 2017

28/07/2017

08:01

O Brasil surreal

Não posso deixar de registrar alguma frases do presidente Michel Temer e do ministro Moreira Franco na solenidade de concessão de aeroportos ocorrida ontem no Palácio do Planalto.

Michel Temer

Sobre a crise:

"Digo aos senhores que não é por acaso que o Brasil está virando a página da crise. Estamos fazendo um dever de casa atrasado há muitos anos"

Pedindo palmas à plateia:

"Estão faltando palmas. (...) As palmas são a voz mais eloquente do corpo"


Moreira Franco

Elogiando Temer:

"Constatamos que o presidente Temer fez uma opção. Optou para ser maior que o homem Temer, o cidadão Temer"

"Nosso futuro é promissor e o dia de hoje é comemoração"

Concordando com Temer pela cobrança de palmas:

"O Brasil não tem o costume da celebração"

Em que mundo eles estão vivendo? Interessante observar que a cerimônia aconteceu uma hora depois de ser divulgada a pesquisa do Ibope que apontou apenas 5% de aprovação a Temer. Sem mais comentários.

27/07/2017

18:35

Temer e Moreira cada vez mais enrascados

Moreira Franco e Michel Temer; abaixo manchete da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo
Moreira Franco e Michel Temer; abaixo manchete da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo

Temer está às vésperas do julgamento no plenário da Câmara sobre a aceitação ou não da denúncia por corrupção passiva, apresentada pelo Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, que em breve formalizará outra denúncia, no mínimo por obstrução de justiça. Moreira Franco, que já é investigado na Lava Jato, pode perder o foro privilegiado porque corre ação no STF alegando que sua nomeação foi uma forma de obstruir a justiça, igual à situação de Lula quando foi nomeado ministro por Dilma. O MPF já deu parecer concordando com a tese de obstrução da justiça.

Some-se a essas situações as delações em curso de Eduardo Cunha e Lúcio Funaro. E agora vem essa notícia de que mais dois empresários estariam na fila das delações, comprometendo igualmente Temer e Moreira. O que virá mais por aí?

27/07/2017

17:12

Recordar é viver: Governador Garotinho inaugura nova sede do Bope

No momento em que assistimos a estrutura das nossas polícias, Civil e Militar, serem desmanteladas, nada funciona, quase metade das viaturas estão paradas por falta de dinheiro para consertos e manutenção, vale relembrar o vídeo da inauguração da sede do Bope, em 2000, quando eu era governador. Até aquele época o Bope usava as instalações do Batalhão de Choque, não tinha uma sede própria. Cabral e Pezão fizeram a segurança pública do Rio retroceder 20 anos.





PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 ProximoUltimo