Visitantes online: 1375
logo topo

quarta-feira, 26 de abril de 2017

06/04/2017

15:48

A palestra de Beltrame

Tem coisas que não dá para entender. Os organizadores de uma feira de de segurança e defesa, que está acontecendo na cidade do Rio convidaram o ex-secretário de Segurança, José Mariano Beltrame para dar uma palestra. Fico pensando sobre o que Beltrame pode falar. Foi secretário de Segurança Pública durante 10 anos, período onde aconteceu o maior assalto aos cofres públicos estaduais, e não viu nada. Morava no apartamento de um dos "laranjas" de Sérgio Cabral e disse que não sabia. Inventou a farsa da "pacificação", que hoje todo mundo sabe que foi um fracasso retumbante, pura enganação. Beltrame está mais para o atrapalhado Inspetor Clouseau, o personagem de Peter Sellers, dos filmes de aventuras da Pantera Cor-de-Rosa.



06/04/2017

14:34

Os espertalhões da propina

Doleiro Lúcio Funaro, Hudson Braga, o Braguinha, e Marcelo Campos Amorim, o Marcelinho
Doleiro Lúcio Funaro, Hudson Braga, o Braguinha, e Marcelo Campos Amorim, o Marcelinho

As diversas delações nas operações Lava Jato, Calicute e outras, revelam uma coincidência entre as várias quadrilhas montadas para roubar o dinheiro público. São diversos os casos onde se cruzando as informações se chegou à conclusão que os integrantes dos esquemas também roubavam uns aos outros. Eram os espertalhões. Lúcio Funaro roubava Eduardo Cunha e não lhe repassava todas as propinas que eram entregues por empresários. Hudson Braga, o Braguinha (homem da mala de Pezão) criou, sem Cabral saber, uma "taxa de oxigênio" onde "mordia" 1% dos empreiteiros. Por conta dessa revelação Cabral e Braguinha chegaram a discutir na cela de Bangu 8. E outra delação apontou que o subsecretário de Comunicação Social do Governo do Rio, Marcelo Santos Amorim, o Marcelinho casado com a filha de criação de Pezão teria se apropriado de uma parte das propinas que eram destinadas ao TCE. Era a turma dos "goelas largas", que não se contentava com a parte combinada no butim.




06/04/2017

14:06

Aniversário de Rosinha

Como vocês devem ter visto mais cedo, postei minha mensagem pelo aniversário de Rosinha. E na nossa empresa organizamos uma festa surpresa para ela com nossa equipe de trabalho, faltam alguns que estavam na Rádio Tupi, e claro, nossos filhos, Amanda, Wladimir e Anthony (da esquerda para a direita na foto), que eram os que estavam na hora do parabéns aqui no trabalho.


06/04/2017

12:55

Conselho de Ética da Câmara libera a cusparada de deputados

Reprodução do Diário do Poder
Reprodução do Diário do Poder

A decisão de ontem do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados é mais uma vergonha. Aliás, nada mais nos surpreende nesse conselho depois das manobras vergonhosas que assistimos no caso da cassação de Eduardo Cunha. Ora, o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) cuspiu na cara do seu colega Jair Bolsonaro (PSC-RJ) na votação do impeachment de Dilma. O caso foi para o Conselho de Ética, o relator Ricardo Izar (PP-SP) pediu a suspensão do mandato de Wyllys por um mês, mas no final por 9 votos a 4 venceu a tese do deputado Júlio Delgado (PSB-MG) e a punição ficou numa advertência. Venceu o argumento de que "a cusparada não foi premeditada". É patético!

06/04/2017

12:01

Garotinho responde perguntas no Facebook



06/04/2017

10:34

Parabéns, Rosinha!

Hoje quando acordei vi que Deus tinha deixado um presente para mim, bem do meu lado, na minha cama.

Era você, presentinho do céu, há mais de 35 anos, esse amor que nos faz completar um no outro.

Te amo como no primeiro dia, sentimento não envelhece, apenas faz a gente compreender a vida melhor a cada dia.

Parabéns minha linda.

Obrigado por ser simplesmente Rosinha.

06/04/2017

07:39

E a votação do projeto de recuperação dos estados foi mais uma vez adiada

Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

Ainda não foi desta vez. Ontem não houve acordo entre as bancadas e por isso a votação do projeto de recuperação fiscal dos estados ficou para hoje de manhã. Mas mesmo que seja aprovada existe um problema adicional no caso do Rio de Janeiro. O projeto prevê o aumento da alíquota de Previdência de 11 para 14 por cento. Ou seja, mesmo que a Câmara e depois o Senado aprovem o projeto, a ALERJ ainda terá que votar o aumento da contribuição previdenciária dos servidores, que o presidente da Casa, Jorge Picciani já disse que só colocará em votação se os salários forem colocados em dia. Acontece que na atual conjuntura, nem com o empréstimo de R$ 3,5 bilhões dá para acertar o pagamento dos servidores. Aliás, Pezão ontem ficou no plenário negociando com os deputados. Um parlamentar lembrou bem, que na atual situação que o governador do Rio vive, completamente desmoralizado, sua presença atrapalha mais do ajuda.

05/04/2017

17:18

Adriana Ancelmo barrou vistoria da PF no apartamento onde cumpre prisão domiciliar

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

Está aí uma situação muito estranha. Adriana Ancelmo, segundo o juiz Marcelo Bretas, barrou a vistoria da Polícia Federal, que consta na decisão do STJ que permitiu a prisão domiciliar, para checar se está sendo cumprida a ordem de não haver acesso a telefones e internet. Depois foi informado que houve um mal-entendido, e Adriana, posteriormente, permitiu o acesso da PF. Por que ela demorou a deixar os agentes federais entrarem?

Aliás, por falar na mulher de Cabral, a sua prisão domiciliar virou um case de marketing de oportunidade no lançamento de uma nova cerveja.



05/04/2017

16:28

Os tucanos e o plano D, de Doria

João Doria em dia de gari; ao lado o trio Serra, Aécio e Alckmin
João Doria em dia de gari; ao lado o trio Serra, Aécio e Alckmin

O alto comando do PSDB, leia-se FHC, Aécio, Serra e Alckmin anda com um pé atras com o prefeito de São Paulo, João Doria, a quem atribuem movimentos visando se credenciar como candidato à Presidência da República em 2018. Como dizia Brizola "se o cavalo passar encilhado montamos nele ou outro monta". Doria jura de pés juntos que nem pensa em se candidatar a presidente, mas ninguém acredita nele. Em condições normais de temperatura e pressão, o prefeito paulistano não daria nem pra saída numa disputa interna com Aécio, Serra ou Alckmin pela vaga de candidato tucano à sucessão de Temer. Mas vem aí a delação de Odebrecht que vai atingir mortalmente Aécio e Serra, e no mínimo, fará um grande estrago nas pretensões do governador paulista Geraldo Alckmin. Outro que poderia entrar na disputa é o governador de Goiás, Marconi Perillo. Porém também está encrencado, acaba de ser indiciado por um esquema com a Delta. E FHC, como alguns cogitariam? Bem, no próximo ano Fernando Henrique estará completando 87 anos. Assim Doria, se fizer o dever de casa como prefeito de S. Paulo pode ser a opção do PSDB. Só o tempo o dirá.

05/04/2017

15:18

Luiz Zveiter e o caso do prédio do TJ construído pela Delta

Reprodução do Radar online, da Veja
Reprodução do Radar online, da Veja

Esse caso não é novidade para os leitores do blog, há muito tempo foi noticiado aqui.

05/04/2017

14:00

Uma constatação sobre a doença de Jorge Picciani

Reprodução de O Dia
Reprodução de O Dia

E mais uma vez caímos naquela história de que não há nada que esteja tão ruim que não possa piorar. Todo mundo sabe que o Estado do Rio de Janeiro está completamente à deriva. Mas quem está no leme não é o governador Pezão, e sim o presidente da ALERJ, Jorge Picciani, que, como tenho dito, é o governador de fato, embora não de direito. Agora imaginem se Jorge Picciani tiver que se licenciar para tratar o câncer, como vem sendo noticiado. O 1º vice-presidente é Wagner Montes (PRB), que também está hospitalizado. Assumirá então André Ceciliano (PT), que apesar de votar com o governo, inclusive na venda da CEDAE, não é tido como confiável pelos aliados próximos de Pezão, além de não ter nem de perto a influência junto aos colegas que o poderoso Picciani tem, nem mesmo chega perto da força de Wagner Montes. O caos vai ser ainda maior.

05/04/2017

13:08

Deu no Informe do Dia

Reprodução do jornal O Dia
Reprodução do jornal O Dia

.

05/04/2017

12:10

Ao contrário de Paes, Crivella não faz o jogo das concessionárias

Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online

Merece elogios a atitude do prefeito Marcelo Crivella de defender os direitos dos moradores do Rio em vez de lavar as mãos para um decisão judicial que beneficia a concessionária da Linha Amarela. Poderia fazer vista grossa e não recorrer contra o aumento do pedágio, porque é um problema que não o afeta diretamente, mas está se posicionando do lado certo, do lado do povo. O contrário do que Eduardo Paes que sempre fez o jogo da concessionária.

Para quem não lembra quando assumi o Governo do Estado, em 1999, tomei posição parecida. Reduzi o pedágio da Via Lagos, o mais caro do Brasil, mas a concessionária ganhou na Justiça. Aliás, foi o mesmo que ocorreu quando baixei o preço das passagens de ônibus intermunicipais. Caso a caso, a Justiça do Rio foi dando ganho de causa às empresas de ônibus e os preços voltaram aos valores de antes do meu governo.

05/04/2017

11:05

Renan comanda "fogo amigo" do PMDB contra Temer

Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

As reformas trabalhista e previdenciária, que já enfrentam cada vez mais resistência na Câmara, enfrentarão ainda mais problemas no Senado. Ontem o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL) disparou contra o governo Temer. Segundo ele, se a situação continuar com está “o governo vai cair para um lado e o PMDB para o outro”, e voltou a criticar duramente as medidas da equipe econômica, entre elas as duas reformas.

À noite um jantar na casa da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), ex-ministra de Dilma, reuniu Renan e mais 11 senadores peemedebistas, além de José Sarney com a filha Roseana. O cardápio tinha fritada de aratu, uma espécie de caranguejo do Tocantins, mas o prato principal foi a "fritura" do governo Temer, segundo Renan, um "governo temporário".

Renan, é bom que se diga, nunca foi próximo de Temer, mas está sentindo que o barco vai afundar e quer marcar posição se afastando do governo, até porque no próximo ano disputará a reeleição para o Senado.

Renan definiu o que acha de Temer: "Diziam que a Dilma não sabia onde ia, e o Temer não tem para onde ir". É o fogo amigo peemedebista mirando Michel Temer.

05/04/2017

10:23

Dia decisivo para Operação Calicute pode tirar processos do juiz Marcelo Bretas

Hoje a Sexta Turma do STJ se reúne para julgar novos pedidos de habeas corpus de integrantes da quadrilha de Sérgio Cabral. Mas uma decisão poderá tirar os processos derivados da Operação Calicute das mãos do juiz Marcelo Bretas. A alegação das defesas de Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo é que seus casos caíram na mãos de Bretas por causa da Operação Saqueador que prendeu Fernando Cavendish. Afirmam que Cavendish não tem ligação com os crimes que são imputados a Cabral e Adriana. Bem, só não tem se não quiserem investigar fundo. Basta pegar o caso do Maracanã, onde Cabral recebeu propinas. A empreiteira Delta, de Fernando Cavendish, integrava o consórcio que fez as obras de reforma.

A Sexta Turma do STJ é formada pelos ministros Antônio Saldanha, Maria Thereza de Assis Moura, Nefi Cordeiro, Rogerio Schietti e Sebastião Reis. Saldanha não deve julgar porque se declarou impedido na Calicute. Vamos aguardar a decisão.

Caso o processo saia da alçada de Marcelo Bretas, outro juiz será sorteado. É tudo o que Cabral, Adriana e os demais integrantes da quadrilha presos torcem.

04/04/2017

21:10

À base de calmantes

As próximas horas ou dias (quem sabe?) prometem grandes emoções. Quem acha que a semana passada teve a temperatura mais quente do ano não viu nada. A temperatura vai às alturas. Nunca o estoque de Rivotril esteve tão baixo nas farmácias do Rio. O consumo nas últimas horas tem sido intenso.

PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 ProximoUltimo