Visitantes online: 227
logo topo

quinta-feira, 2 de julho de 2020

19/03/2020

19:06

É bom relembrar...

19/03/2020

14:02

É bom relembrar...

19/03/2020

08:53

É bom relembrar...

18/03/2020

19:00

É bom relembrar...

18/03/2020

14:00

É bom relembrar...

18/03/2020

12:08

Papo Reto com o Garotinho

18/03/2020

08:00

É bom relembrar...

17/03/2020

19:00

É bom relembrar...

17/03/2020

14:01

É bom relembrar...

17/03/2020

10:26

Pânico

REPRODUÇÃO DA TRIBUNA NF
REPRODUÇÃO DA TRIBUNA NF

17/03/2020

08:00

É bom relembrar...

16/03/2020

19:00

É bom lembrar...

Mais um escândalo: Cabral dá R$ 8 milhões à concessionária que administra RJ - 116

Clique aqui para ler a matéria

16/03/2020

14:30

É bom relembrar...

16/03/2020

12:31

Defesa de Sérgio Cabral entrega à Polícia Federal mais 27 jóias

REPRODUÇÃO DA TRIBUNA NF
REPRODUÇÃO DA TRIBUNA NF

16/03/2020

08:04

É bom relembrar...

Papo do Blog

Os noticiários de televisão e os jornais de hoje deveriam envergonhar o governador Sérgio Cabral. Não há margem para dúvidas. O que venho repetindo aqui há muito tempo, finalmente, foi retratado pela imprensa. A área de saúde do estado agoniza e a população está abandonada pelo governo.

Abaixo, reproduzo a reportagem do jornal EXTRA e a primeira página do jornal O DIA, que são a comprovação da incompetência administrativa do governo Cabral. Mas, infelizmente, as matérias revelam mais do que isso. Denunciam uma armação para enganar a população e tentar melhorar a imagem do governador Sérgio Cabral, que hoje é reprovado pela maioria da população.

Vocês poderão ler que os hospitais visitados por Cabral ontem, foram pintados e limpos às pressas e que até setores fechados foram reabertos somente para a visita.

No Getúlio Vargas, na Penha, onde Cabral há um ano garantiu que em poucos meses seria um exemplo, uma mãe não se conteve. Mostrou ao governador 80 crianças aguardando atendimento há mais de 4 horas na pediatria. No Rocha Faria, em Campo Grande, houve até dedo na cara do governador. Cabral, constrangido, como as fotos mostram, pediu desculpas.

Não adianta pedir desculpas. É preciso trabalhar e olhar pela população pobre, que precisa dos hospitais públicos. Nunca na história deste estado – para usar uma expressão tão na moda – se viu cirurgias serem canceladas por falta de lâminas para bisturi, como aconteceu nos Hospitais Pedro II e Rocha Faria. Jamais se viu usar furadeiras domésticas para cirurgias ortopédicas. Falta tudo nos hospitais, conforme a imprensa mostrou em uma ou outra matéria.

A população acreditou nos compromissos de campanha de Cabral. Depois confiou na sua promessa já no governo, de que em seis meses daria um choque de gestão na saúde.

Passado um ano, a saúde vive uma crise sem precedentes. Por isso, desculpas não resolvem. Muito menos fazer uma maquiagem nas unidades para enganar a imprensa e a população para acreditarem, que está tudo bem. Isso não é atitude de um governante, que deveria se preocupar com a população pobre.

É triste, mas a realidade é uma só: a saúde do estado agoniza.

Clique aqui para ler a matéria

15/03/2020

07:43

Garotinho e Rosinha trocam idéias com você.