Visitantes online: 1061
logo topo

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

25/07/2017

15:18

Turma de Cabral está bem no governo Michel Temer

Temer assina termo de posse de Sérgio Sá Leitão; ao lado Cláudia Cabral, irmão de Sérgio Cabral e Ricardo Cota, ex-secretário de Comunicação e sócio do ex-governador
Temer assina termo de posse de Sérgio Sá Leitão; ao lado Cláudia Cabral, irmão de Sérgio Cabral e Ricardo Cota, ex-secretário de Comunicação e sócio do ex-governador

O novo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, que já foi da equipe de Eduardo Paes, escolheu para o cargo de diretora do Departamento de Desenvolvimento Institucional do ministério, Cláudia Cabral, irmã do ex-governador Sérgio Cabral, preso em Benfica, respondendo a 11 processos da Lava Jato, e já condenado em outro por Sérgio Moro a 14 anos e dois meses de prisão. Mas não é só. Quem também vai ocupar um cargo é Ricardo Cota, ex-secretário de Comunicação de Cabral, que foi levado para a Ancine quando o atual ministro assumiu a direção da agência. Cotinha, como é chamado, era assessor. Aliás, Ricardo Cota é sócio de Cabral e do seu laranja, Avestruz, na empresa SCF Comunicação e Participações, que era usada, segundo o MPF, para Cabral lavar dinheiro.

25/07/2017

14:25

Ofensiva do MST mira fazendas de personagens conhecidos

Faixa colocada na Fazenda Santa Rosa, de Ricardo Teixeira, em Piraí, sul fluminense
Faixa colocada na Fazenda Santa Rosa, de Ricardo Teixeira, em Piraí, sul fluminense

O MST ocupou cinco fazendas nesta madrugada em cinco estados do país. Uma delas pertence ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi. Outra pertence a ao ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, fica em Piraí, terra de Pezão e, segundo o MPF, funcionou como sede de agropecuária fantasma, usada pelo ex-capo do futebol brasileiro para lavar dinheiro. A terceira é do coronel João Batista Lima, amigo e, segundo o MPF, operador de Michel Temer. A quarta é de propriedade do senador Ciro Nogueira (PP-PI). E a última, especula-se, que seja de uma importante pessoa do Judiciário. Segundo o coordenador do MST, Gilmar Mauro é uma forma de pressionar pela reforma agrária no Brasil. Em todas as fazendas ocupadas foram estendidas faixas onde se lê: "Terras de corruptos para a Reforma Agrária".

25/07/2017

13:44

Compra da CEDAE pelo BNDES entra pelo cano

Reprodução do Extra
Reprodução do Extra

Pezão não poderá vender a CEDAE para o BNDES, o banco poderia no máximo fazer parte de um grupo de instituições financeiras para fazer um empréstimo ao estado. Portanto, mais uma vez, o caminho traçado pelo Governador do Estado não é viável juridicamente. Agora ao adesão ao regime de recuperação fiscal. Aquele massacre que tenho mostrado aqui no blog. O problema é que até agora, embora as leis federal e estadual tenham sido aprovadas, o acordo não foi assinado pois o plano de recuperação fiscal, que é instituído pelo regime, não foi feito pelo Governo do Estado. O plano é onde se detalham as medidas de curto, médio e longo prazos. Com isso, na melhor das hipóteses, tudo estaria pronto, segundo os técnicos que ouvi agora há pouco, no final de setembro, ou seja, até lá nada de dinheiro, muito menos de pagamento aos servidores. Essa é mais uma notícia ruim para o Rio.

25/07/2017

12:00

Encontro Marcado com Garotinho (Terça - 25/07)

25/07/2017

09:30

Fala Garotinho - 25 de Julho de 2017

25/07/2017

07:59

Temer está com medo de Eduardo Cunha, que teme a delação de Lúcio Funaro

Reprodução do Radar online, da Veja
Reprodução do Radar online, da Veja

Essa situação das delações me lembra um poema famoso de Carlos Drummond de Andrade que diz: "João amava Teresa que amava Raimundo / que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili /
que não amava ninguém". Michel Temer tem medo de Eduardo Cunha, que tem medo de Lúcio Funaro, e por aí vai. Todos com medo da delação um do outro. E assim segue o Brasil em ritmo de delações. Aliás, curiosamente, esse poema de Drummond chama-se "Quadrilha".

24/07/2017

19:36

Os políticos e a pressão sobre a Lava Jato

Reprodução da Veja
Reprodução da Veja

É claro que Michel Temer e o PMDB querem dar um freio na Lava Jato, afinal sabem o que fizeram e o risco que correm se as investigações forem adiante. Mas não são só eles. A maioria dos políticos e dos partidos quer a mesma coisa. Querem ver uma coisa. Quantos políticos reclamaram dos cortes de orçamento da Polícia Federal ou da diminuição do efetivo da força-tarefa da Lava Jato no Paraná?

Mas não são apenas políticos que jogam contra a Lava Jato. Há interesses poderosos que também pressionam para que as investigações não prossigam, a começar pela Globo e os bancos.

24/07/2017

18:21

Artigo de Garotinho no Jornal do Brasil

Reprodução do JB Digital; ao lado Garotinho
Reprodução do JB Digital; ao lado Garotinho

.

24/07/2017

16:49

Férias do juiz Marcelo Bretas estão chegando ao fim

Juiz Marcelo Bretas
Juiz Marcelo Bretas

O mês de julho está chegando ao fim e junto também as férias do juiz da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas. Ele já avisou que em agosto sairá a sentença no primeiro dos 11 processos que Sérgio Cabral responde no Rio. Em Curitiba, Cabral já foi condenado por Sérgio Moro a 14 anos e dois meses de prisão. Mas muita gente, que sabe que está devendo, está preocupada mesmo é com a próxima etapa da Lava Jato no Rio, que está para acontecer, é possível que seja já na próxima semana. A principal aposta é que a próxima etapa será desdobramento da Operação Ponto Final, que prendeu os cabeças do setor de ônibus do Rio de Janeiro. Por isso tem muito deputado estadual que nem está curtindo as férias, temendo o pior. E não são poucos...

24/07/2017

15:02

Artigo de Garotinho no jornal O Globo

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

.

24/07/2017

13:42

Governo não descarta novo aumento de impostos

Ministro Dyogo Oliveira; abaixo reprodução do Antagonista
Ministro Dyogo Oliveira; abaixo reprodução do Antagonista

A resposta do ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira é sintomática. "No momento" não há intenção de novo aumento de impostos, mas a situação será reavaliada em dois meses. Nas entrelinhas lê-se que o governo não descarta nada e já deve estar fazendo estudos sobre o que pode aumentar. Do jeito que o rombo fiscal se apresenta a tendência, pelo que se conhece da turma de Michel Temer, é partir para novo aumento de impostos. Tudo vai depender se haverá clima político daqui a dois meses. E o principal, se Temer continuará presidente daqui a dois meses. Mas com ele ou com Rodrigo Maia como interino, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles continuará. Logo podemos ir preparando o bolso.

24/07/2017

11:55

Encontro Marcado com Garotinho (Segunda - 24/07/2017)

<

24/07/2017

09:25

Fala Garotinho - 24 de julho de 2017

24/07/2017

07:48

Aécio Neves chega ao fundo do poço

Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

Aécio Neves pode até ter salvado seu mandato no Senado com a mão amiga de Michel Temer e do PMDB. Mas sabe que em 2018 pode desistir de tentar se reeleger para o Senado. Terá que se contentar com uma vaga de deputado federal, que lhe garantirá a manutenção do foro especial. Pesquisa feita em Minas Gerais, seu estado, mostrou que se fosse candidato a presidente da República teria o apoio de apenas 1,1% dos seus conterrâneos. E pensar que até estourar o escândalo das gravações de Joesley Batista, Aécio sempre liderou as pesquisas em Minas Gerais. Pode-se dizer que Aécio desintegrou-se.

23/07/2017

15:00

Pezão não sabe de nada

Reprodução do Globo; ao lado Pezão na coletiva desta semana em Brasília
Reprodução do Globo; ao lado Pezão na coletiva desta semana em Brasília

Foi patético ver esta semana o governador Pezão à saída da reunião com o presidente Michel Temer e vários ministros, onde nada de concreto foi acertado sobre a segurança pública, anunciando à imprensa o reforço da Polícia Rodoviária Federal e ser informado pelos repórteres que isso era notícia velha, que os policiais já estavam no Rio. Pezão fez cara de espanto e confessou: "Eu não sabia". Realmente Pezão não sabe de nada. Já repeti diversas vezes aqui no blog que ele desconhece completamente o que acontece no seu governo e no estado. Finge que governa, não quer mais saber de nada. O pior é que nós dependemos das decisões de um governante alheio à realidade, totalmente perdido e sem rumo, e ainda por cima incompetente. Justo na pior crise financeira da história do Rio de Janeiro, quando, mais do que nunca, carecemos de um bom gestor. Como naquele comercial do Compadre Washington: "Sabe nada...". Só não é inocente, muito pelo contrário.

23/07/2017

13:38

Lula e os R$ 9 milhões no fundo de previdência

Que o juiz Sérgio Moro tem demonstrado uma obsessão implacável nos processos que envolvem Lula, isso tem sido motivo de polêmica e também de muitas críticas jurídicas a algumas decisões dele, é a impressão que dá. Sempre questionei as provas, que não vi, no caso do tríplex, onde, para mim, Lula foi condenado com base em indícios. Alguns também questionam o rigor no bloqueio de tudo o que Lula possui. Mas, há uma coisa que é difícil explicar. Como Lula tinha R$ 9 milhões em fundos de previdência? Qual a origem desse dinheiro?

PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 ProximoUltimo